MAIS DE R$ 39 MILHÕES ROUBADOS DE AGÊNCIA DE BACABAL FORAM RECUPERADOS PELA POLÍCIA, DIZ SECRETÁRIO

Comentários 0

Dinheiro é contabilizado por servidores do Banco do Brasil em Zé Doca. Ação policial termina com 10 presos, três mortes, além de apreensão de armas e sacos com dinheiro.

Mais de R$ 39 milhões foram recuperados pela Polícia Militar (PM-MA) em ação na noite desta segunda-feira (3) em Santa Luzia do Paruá, a 164 km de São Luís. Segundo a polícia, 13 assaltantes fortemente armados foram flagrados em um caminhão com parte do dinheiro roubado do Banco do Brasil de Bacabal, no dia 25 de novembro. Após confronto, três homens morreram e outros três ficaram feridos.

De acordo com a polícia, os presos têm relação direta com o bando que assaltou a agência em Bacabal. As investigações apontam que eles estariam no Maranhão para dar suporte aos outros membros da quadrilha para sair do estado com o dinheiro do assalto.

FOTO: DIVULGAÇÃO/POLÍCIA CIVIL

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, disse que houve reação por parte dos bandidos durante a ação policial. “O melhor que todos eles fizeram foi se entregar. Os três primeiros, que quiseram testar a polícia do Maranhão, receberam o atendimento adequado dentro da lei. No Maranhão, ou o bandido se entrega ou ele tomba”.

No levantamento feito pela Secretaria de Segurança do Estado, o grupo tem 72 integrantes do Nordeste já identificados, que tem ligações com bandidos de São Paulo e Paraná. Participaram do assalto em Bacabal cerca de 30 destes assaltantes.

O secretário Jefferson Portela confirmou durante entrevista coletiva a participação de pessoas de Bacabal durante a ação. “Sem dúvida nenhuma, eles têm o apoio de pessoas do local. Nosso centro de inteligência está monitorando e todos serão presos”.

O cerco policial continua em Bacabal e em cidades que a polícia acredita que podem servir de esconderijo aos bandidos.

Antes desta ação, a polícia já havia recuperado cerca de R$ 3,7 milhões com moradores da região, que recolheram o dinheiro da agência depois da ação criminosa.

Assalto em Bacabal

No último dia 25 de novembro, uma quadrilha assaltou uma agência bancária na cidade de Bacabal. Na ocasião, a quadrilha trocou tiros com policiais, incendiou viaturas e, segundo a polícia, roubou cerca de R$ 100 milhões do local. A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) acredita que o grupo criminoso que invadiu a cidade era composto por pelo menos 30 integrantes, e que alguns assaltantes ainda estão escondidos na região.

Ainda de acordo com a polícia, desse montante foram recuperados R$ 3,7 milhões, que estavam com moradores de Bacabal. Após a explosão do banco, pessoas foram flagradas recolhendo dinheiro. Entre elas, estava o policial militar do Piauí, André dos Anjos de Sousa, e um bombeiro militar da própria cidade de Bacabal, Luís Gustavo Lima Mendes. Na tarde do dia 27 de novembro, após prestar esclarecimentos o policial militar foi liberado e vai responder em liberdade.

Na ação, quatro pessoas morreram: três assaltantes e um morador da cidade. Outro morador também foi atingido por disparos, mas se recuperou no hospital da cidade.

A polícia disse que o chefe do grupo criminoso é o baiano Zé do Lessa, que monitorou o assalto de fora do país. Não há informação ainda se ele estava neste comboio de resgate interceptado pela polícia em Santa Luzia do Paruá.

caminhoneiro Obadias Pereira da Silva, de 44 anos, que desapareceu após o assalto em Bacabal até o momento não foi localizado. Ele foi levado pelos bandidos e seu caminhão foi encontrado queimado fora da cidade. (G1MA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.