3º MANDATO DO VEREADOR MANUEL DA CONCÓRDIA COMO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE BACABAL JÁ COMEÇOU

Comentários 0

Por força do Regimento Interno da Casa, que diz em seu Artigo 14 que “A eleição da Mesa para o segundo biênio far-se-á na última sessão ordinária da segunda Sessão Legislativa, considerando-se automaticamente empossados os eleitos a partir de 1º de janeiro do ano subseqüente, o vereador Manuel da Concórdia (Podemos) assumiu formalmente no dia 1º de janeiro de 2019, o seu terceiro mandato como presidente da câmara municipal de Bacabal, biênio 2019/2020.

Concórdia foi eleito no último dia 21 de dezembro, tendo como companheiros de Mesa Diretora os vereadores Luis Gonzaga Neto (Dr. Lula), Vice-presidente; Alberto Sobrinho, 1º Secretário e  – Reginaldo do Posto, 2º Secretário.

A eleição de Manuel Da Concórdia como presidente da câmara de vereadores de Bacabal, consolida, também, uma larga folga para o prefeito Edvan Brandão (PSC) dentro do parlamento municipal. Os 13 edis que votaram em Concórdia: Melquíades Neto (MDB), Serafim Reis (MDB), Coronel Egídio (MDB), Dedê da Tresidela (MDB), Irmão Leal (MDB),  Dr. Lula (PHS), Erivelto Martins (PRB), Professor Maninho (PRB), Joãozinho do Algodãozinho (SD), Alberto Sobrinho (PRP), Alex Abreu (PSC), Venâncio do Peixe (PDT), Reginaldo do Posto (PRP); a partir do fim do recesso legislativo, formarão da base de apoio ao governo Brandão.

Somente 03 vereadores: César Brito (PPS), Regilda Santos (Rede) e Jefferson Santos (PC do B) farão oposição a Edvan Brandão, formando a bancada oposicionista.

Harmonia e independência

Eleito pela recém formada bancada que apoiará o governo Edvan Brandão, o vereador Manuel da Concórdia prega a harmonia entre os poderes constituídos, como reza a Constituição Federal, mas professa a independência, também garantida pela Carta Magna, entre estes mesmos poderes.

Concórdia usará como base a sua larga experiência, os seus dois primeiros mandatos, para, como ele mesmo explica, resgatar a auto-estima do Poder Legislativo. Afirma que sua meta é fazer funcionar na câmara municipal de Bacabal as ferramentas que a mesma tem, por garantia constitucional, para que os vereadores da cidade possam desenvolver um trabalho eficaz e eficiente como legisladores.

O novo presidente acredita que só assim os vereadores de Bacabal, independentemente de matiz partidária, poderão contribuir efetivamente para o desenvolvimento do município. (Por Abel Carvalho).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.