Browsing: André

Cinco menores de idade, entre 13 e 16 anos, foram apreendidos no final da tarde de hoje (15), por volta das 17horas, na rua 16, do bairro Santos Dumont, na cidade de Bacabal. Uma senhora identificada como Alquemia dos Santos, 37 anos, residente na mesma rua foi conduzida. Os policiais militares do SI (Serviço de Inteligência) do 15º BPM, há dias vinham monitorando os mesmos. No local, uma grande movimentação de pessoas e comercialização de produtos entorpecentes. Porém, no final da tarde de hoje, o SI, com o apoio da Força Tática (FT) e Radiopatrulha (RP), conseguiram apreender em posse dos mesmos 90 (noventa) papelotes e certa quantidade de uma substância semelhante a maconha.

ALQUEMIA DOS SANTOS

Os papelotes da substancia análoga a maconha foram encontrados em posse dos menores. Segundo informações, a droga estaria escondida no matagal. Os menores ficavam observando toda a movimentação nas imediações e só após terem os consumidores certos, apanhavam a droga para a entrega, o que dificultava a ação dos policiais em incursões anteriores.

Feita a apreensão dos menores e dos papelotes, após algumas indagações, foi detida a senhora Alquemia dos Santos, que é avó de um dos menores. Na casa da mesma a PM encontrou mais uma porção da droga. Segundo Alquemia, a droga seria de propriedade de um filho, conhecido por “Dudu” que conseguiu fugir ao cerco policial. No local onde foram encontrados os papelotes dos entorpecentes, no matagal, havia uma cadeira e uma garrafa com água que servia como suporte para os menores que eram olheiros e vendedores ao mesmo tempo. Alquemia se diz evangélica e que vende lanches.

Os menores e a droga apreendida, bem como a senhora Alquemia foram apresentados a autoridade policial competente para os tramites que o caso requer.

Foi apresentado no 1º DP da cidade de Bacabal, às 01h00, do dia 13, Gleidson Melo Cruz, 19 anos, morador do povoado Angelim, zona rural de Lago Verde. Com o mesmo a PM encontrou 01 (um) simulacro de arma de fogo; 01 (um) facão; 01 (um) celular; 01 (um) relógio; 01 (um) cordão e R$ 39,00 (trinta e nove reais) em espécie.

GLEIDSON MELO CRUZ

Os policiais militares foram informados que no local, estaria havendo uma festa dançante e que algumas pessoas estariam armadas. Imediatamente, uma guarnição comandada pelo Sargento PM Edson e ainda composta pelos Cabos PM Leucide, N. Cunha e Fernando foram ao local averiguar o informe.

Após algumas revistas pessoais, foi encontrado em posse de Gleidson Melo o material supracitado.

Promotores dizem que contração irregular envolve mais de R$ 1 milhão. Foi constatado superfaturamento nas notas fiscais emitidas por empresa.

O Ministério Público do Maranhão pede à Justiça que afasta o prefeito de Porto Franco, Nelson Fonseca, e outros agentes públicos envolvidos em uma suspeita de desvio de mais de R$1 milhão de verba pública. Estão à frente da Ação Civil Pública os promotores Gabriel Sodré Gonçalves e Paulo Roberto da Costa Castilho.

De acordo com as investigações do Ministério Público, uma série de irregularidades foram constatadas em um processo licitatório para a compra de carnes pelas secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social de Porto Franco. Por isso, o MP pede punição para o prefeito Nelson Fonseca e também para os membros da Comissão Permanente de Licitação (CPL) Joel da Silva Sousa, Emerson Barbosa da Silva e Rosenira Gomes Cardoso.

É ré no processo ainda a ex-secretária adjunta municipal de Planejamento, Orçamento, Gestão e Finanças, Soraya Rejane Macedo Fonseca, e os responsáveis pela empresa Casa de Carnes Fortaleza LTDA-ME, que são Carlos Eduardo Gomes Rocha e José Danilo da Silva Andrade, e o contador Glauco Lima Labre.

Investigação

A Ação Civil Pública investiga o caso que começou com o pregão presencial 027/2017, realizado em abril, e que resultou na contratação da Casa de Carnes Fortaleza LTDA-ME. Os promotores acharam estranho o valor envolvido e a empresa vencedora do processo, pois “um açougue de pequeno porte foi contratado para fornecimento de carne bovina no valor de R$ 1.184.550”.

O MP confirmou que os donos do açougue, Carlos Eduardo Gomes Rocha e de José Danilo da Silva Andrade, são da família de uma doadora da campanha eleitoral do prefeito Nelson Fonseca.

Aprofundando as investigações, os promotores disseram que verificaram a prática de superfaturamento. A carne de segunda foi vendida 123% a mais do que o preço praticado no mercado e carne de sol 99% a mais.

Constataram ainda a “mudança na razão social do açougue para participar do pregão, a obtenção irregular de alvará sanitário e a falsificação de atestado de capacitação técnica, sob o nome de uma churrascaria, cujo dono negou a expedição do documento”. (G1 Maranhão).

A Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), vinculada à Presidência da República, decidiu usar um contrato com a UNESCO – agência da Organização das Nações Unidas (ONU) que fomenta a educação, a ciência e a cultura – para garantir rendimentos a pessoas ligadas à legenda em 11 Estados, um deles no Maranhão. Todos receberão para disseminar o programa de governo “Identidade Jovem”.

Dessas, oito ganharão R$ 12 mil. Um dos felizardos é Armenius Sales. Ele se filiou ao PMDB no Piauí em 2011. Em Goiás, a escolhida é Aline dos Santos, que se candidatou ao cargo de vereadora na cidade de Piracanjuba em 2016. No Maranhão, o encarregado será o peemedebista Dedê da Trizidela. Ele foi candidato a vereador na cidade de Bacabal no ano passado.

Os três restantes são mais sortudos. Ganharão R$ 77 mil para coordenar os mobilizadores estaduais. Um deles é Helber Augusto Reis Borges. Membro da Juventude do PMDB em Minas Gerais, Helber já postou, orgulhoso, uma foto com o presidente Michel Temer em uma rede social em novembro do ano passado. “Acabei de me reunir com o presidente da República. É uma grande honra e alegria… com maestria, tem trabalhado para retirar o Brasil da crise”. Outro que ganhará R$ 77 mil é o paulista Fabio Antunes, candidato a vereador pelo PMDB em Guarujá.

As informações são de ÉPOCA

Que o poder municipal está fazendo o possível para manter a cidade em ordem é inegável. Porém, algumas coisas ainda precisam  ser melhoradas, por exemplo, a coleta de lixo. Este blog tem recebido algumas denúncias e resolveu averiguar. Na estrada da Bela Vista, precisamente em frente a um posto de combustível, a presença de urubus é uma constante.

No local está instalado um recipiente para a coleta de lixo. Só que todos os dias, em especial às tarde é grande o numero de urubus,  o que pode ocasionar acidentes, pois voam de uma lado para o outro, atrapalhando a visão dos motoristas que por ali passam diariamente.

Fica aqui o apelo a secretaria de Obras, vigilância sanitária e demais órgãos competentes para que o problema seja logo resolvido.

VEJA:

Ao clicar no link, o contribuinte cai numa página falsa que instala vírus e programas maliciosos que roubam dados pessoais, bancários e fiscais armazenados no computador.

Os contribuintes que receberem uma correspondência pelos Correios em nome da Receita Federal devem ficar atentos. Criminosos estão enviando falsas intimações em nome do Fisco para a regularização de dados cadastrais.

Tradicionalmente aplicado por e-mail, esse tipo de golpe mescla correspondência tradicional e internet. Na falsa intimação, há um endereço eletrônico, sem relação com a Receita Federal, para acesso e atualização de dados bancários.

Ao clicar no link, o contribuinte cai numa página falsa que instala vírus e programas maliciosos que roubam dados pessoais, bancários e fiscais armazenados no computador. Confira na reportagem completa (Ma10):

Uma guarnição policial militar do 15º BPM com sede na cidade de Bacabal, apresentou  no 1º Distrito Policial na tarde deste domingo (13), por volta as 16h20, Rafael Alves Arouche, de 24 anos, morador da Avenida Dom Bosco, bairro Novo Bacabal. O mesmo é suspeito de crime de estupro de vulnerável. Segundo informações de um menor das iniciais JHA, o acusado estaria em uma quarto, no mesmo endereço, com duas crianças das iniciais BGA, de 8 anos, e EBAP, de 6 anos, que são irmãs e sobrinhas de Rafael.

RAFAEL ALVES AROUCHE

O menor contou a mãe das crianças que ao abrir a porta do quarto se deparou com o acusado forçando as crianças a praticarem atos libidinosos com o mesmo. Após tomar conhecimento do fato,  policiais foram até o local e fizeram a detenção de Rafael que foi apresentado a autoridade competente.

O estupro de vulnerável está capitulado no artigo 217-A do Código Penal brasileiro, sendo 08 (oito) anos a pena mínima para este crime.

Participaram da ação o Cabo PM Vieira e o Soldado PM Alves, integrantes do 15º BPM.

Com informações do Cabo PM Barros da Central de Operações do 15º BPM.

A descoberta foi feita por arqueólogos israelenses, na Galilea

Arqueólogos israelenses descobriram uma oficina de produção de vasilhas de pedra com 2.000 anos de antiguidade na Galilea, onde eram fabricados recipientes similares ao usado por Jesus para converter a água em vinho segundo narra o Evangelho de São João. As informações são da Agência EFE.

“O fato de os judeus neste momento usarem vasilhas de pedra por razões religiosas está bem documentado nas fontes talmúdicas e no Novo Testamento”, explicou nessa quinta-feira (10) Yardena Alexandre, arqueóloga do Instituto de Antiguidades de Israel, que destaca o material utilizado pelo seu caráter ritualístico.

As vasilhas eram fabricada com cerâmica durante o Império Romano, material que os judeus consideravam impuro e não apropriado para rituais de purificação pela sua possibilidade de ruptura, por isso começaram a fabricar utensílios com pedra.

“É possível que os grandes recipientes de pedra do tipo mencionado nas Bodas de Caná da Galilea fossem produzidos localmente”, acrescentou Alexandre sobre este achado que “proporciona uma evidência fascinante do lugar central da pureza ritualística na vida quotidiana dos judeus galileos durante o tempo de Jesus”.

As escavações começaram após os achados durante os trabalhos de construção de um centro esportivo e, segundo os especialistas, apontam que os residentes desta zona há 2.000 anos seguiam “escrupulosamente” as normas judaicas.

“A observância destas leis de pureza foi generalizada não só em Jerusalém, mas também em toda Judeia e Galilea pelo menos até a rebelião de Bar Kojba (contra o Império romano), que terminou em 135”, precisou Yonatan Adler, diretor das escavações.

 

1 2 3 4 178