A afirmação acima não é confirmada por Zé Alberto Veloso (PRB) e nem pelos seus aliados, mas é fato que virá à tona muito em breve.

O responsável por encontrar um nome de consenso para ser apresentado como candidato de “oposição” apoiado (indiretamente) pelo atual gestor é o ex-prefeito Zé Vieira (PP) que há meses vem tentando, com limiares que não se sustentam, vender a falsa versão que voltou a reunir condições jurídicas para se candidatar e, que, por isso, também é um pré-candidato a prefeito, como aconteceu na eleição de 2012.

Com isso, o ex-osso duro de roer imagina duas coisas: diminuir o favoritismo do deputado estadual Roberto Costa (PMDB) e tentar unir Zé Alberto e os grupos ditos de oposição em torno de um só nome.

imagem093

Quem conhece a fundo o ex-prefeito sabe que, como em outras épocas, quando ele anda não era “ficha suja”, já estaria batendo de frente com Zé Alberto, sobretudo, se tratando das mazelas enfrentas hoje pela população. Entretanto, Zé Vieira tem se mantido de bico calado, mudo, cego e surdo. Assim também como obriga sua emissora de TV a agir da mesma forma e diferente do que chegou a fazer antes dos Zé’s selarem o casamento político.

Um dos primeiros a perceber isso, ou pelo menos trazer a público, foi o advogado, apresentador de TV e pré-candidato a prefeito Dr. Bento Vieira (PTdoB).

Se Zé Vieira vai conseguir levar muito longe essa missão e a falsa pré-candidatura, só em meados de setembro, véspera da eleição para prefeito, é que saberemos. Por enquanto é só redobrar as atenções para cada passo que o ex-prefeito der, pois será fácil tirar as próprias conclusões antes mesmo da máscara cair verdadeiramente.

Redação: Sérgio Matias

imagem092

FOTO ILUSTRATIVA

Foi apresentada no Distrito Policial de Bacabal, às 19h40min, do dia 07, a senhora Eliene de Oliveira Sousa, 37, residente a Rua José Bonifácio, Parque Amazonas, Bacabal.  A mesma foi acusada de induzir os menores de idade PS e ML de ingerirem bebida alcoólica.

Ao chegar para verificar a procedência da denúncia, a guarnição PM se deparou com os menores, exaltados e cheirando a bebida alcoólica.

A acusada, Eliene, também se exaltou e começou a proferir palavras de calão contra os policiais militares, sendo contida e apresentada na delegacia para os tramites que o caso requer. A denúncia foi formulada pela mãe de um dos menores.

De acordo com o artigo 243 da Lei nº 8.069 de 13 de Julho de 1990,  vender, fornecer ainda que gratuitamente, ministrar ou entregar, de qualquer forma, a criança ou adolescente, sem justa causa, produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica, ainda que por utilização tem a pena de detenção de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa, se o fato não constitui crime mais grave. (Redação dada pela Lei nº 13.106, de 2015)

Com informações do Sargento PM Edson Nicolau do 15º

IMG-20160508-WA0084

Foi um sucesso o 2º Pré-encontro dos Militares Cristãos do Maranhão. O evento aconteceu no último dia 07, às 19 horas no templo da Assembleia de Deus de Bacabal. Estiveram presentes militares das cidades de São Luís, Santa Inês, Zé Doca, Pedreiras e Bacabal.

IMG-20160507-WA0757

O pastor Marcelo foi o palestrante da noite. O objetivo é a comunhão do Batalhão de Cristo do Estado do Maranhão, onde, se busca a presença de Deus, o fortalecimento da fé e a proteção divina no serviço policial diário. Segundo  os organizadores, o culto foi uma benção,  com a ministração da palavra, louvor, regeneração e almas salvas para Jesus.

IMG-20160508-WA0470

O próximo encontro será no dia 27 de maio em São Luís, capital maranhense, na Igreja Batista do Angelim, a partir das 19 horas.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Waldir Maranhão (PP-MA) acolheu pedido da Advocacia-Geral da União. Maranhão assumiu presidência da Câmara com afastamento de Cunha.

imagem091

O presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu nesta segunda-feira (9) anular a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, ocorrida no dia 17 de abril. Ele acolheu pedido feito pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.]

O deputado do PP, que substituiu Eduardo Cunha na presidência da Câmara na semana passada depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu afastar o peemedebista do comando da casa legislativa, marcou uma nova votação do pedido impeachment para daqui a 5 sessões do plenário da Câmara.

Em nota divulgada à imprensa, Maranhão diz que a petição da AGU ainda não havia sido analisada pela Casa e que, ao tomar conhecimento dela, resolveu acolher. Na decisão, ele argumenta “ocorreram vícios que tornaram nula de pleno direito a sessão em questão”.

Para Maranhão, os partidos políticos não poderiam ter fechado questão a favor ou contra o impeachment. Quando há o chamado fechamento de questão, os deputados devem seguir a orientação partidária sob pena de punição, como expulsão da legenda.

“Não poderiam os partidos políticos terem fechado questão ou firmado orientação para que os parlamentares votassem de um modo ou de outro, uma vez que, no caso deveriam votar de acordo com as suas convicções pessoais e livremente”, destacou o presidente em exercício da Câmara na decisão.

Maranhão argumenta ainda que os deputados não poderiam ter anunciado suas posições antes da sessão da Câmara que decidiu dar continuidade ao processo de afastamento da presidente Dilma. Ele também afirma que a defesa de Dilma deveria ter tido o direito de falar durante a votação do impeachment.

“Não poderiam os senhores parlamentares antes da conclusão da votação terem anunciado publicamente seus votos, na medida em que isso caracteriza prejulgamento e clara ofensa ao amplo direito de defesa que está consagrado na Constituição. Do mesmo modo, não poderia a defesa da senhora Presidente da República ter deixado de falar por último no momento da votação, como acabou ocorrendo”, afirma.

Portal G1

imagem090

Na madrugada de hoje (9), no povoado Marmorana, zona Rural de Lago Verde – MA. Uma pessoa identificada como “Toinho” foi vítima de vários tiros de revólver. O autor dos disparos não foi localizado até o momento pela polícia.

A  família da vítima ainda não procurou a delegacia para o registro da ocorrência. Segundo informações, o motivo do crime, seria a disputa pelo ponto de venda de drogas.

A qualquer momento mais informações.

Informações: Sargento Brito.

imagem088

No último domingo (8), enquanto filhos e filhas rendiam suas homenagens às mães, a jovem Mozaiane Queiroz Cândido, 19 anos, que já é mãe, estava triste em casa lamentando não puder naquele momento abraçar e acariciar seu novo bebê,  do sexo feminino, esperado para vir ao mundo neste mês de maio.

Moradora da Casa 10, Rua 14, Bairro Frei Solano (Mutirão), em Bacabal, Mozaiane Queiroz realizou praticamente todo seu pré-natal na rede municipal de saúde. No próximo sábado (14) completaria o 9º mês da gestação que transcorreu tranquilamente.

Entretanto, na quarta-feira (4) ela sentiu dores no pé da barriga e, após consulta médica em uma clínica particular, foi orientada a procurar o Hospital Materno Infantil de Bacabal onde deveria ser examinada por um médico de plantão, mas, que, segundo Eunice Almeida Queiroz, mãe da gestante, sua filha foi encaminhada para a sala de observação e medicada apenas pelas enfermeiras que lhe aplicaram injeções com remédio para dores abdominais.

imagem089

Na sexta-feira (6) as dores retornaram e Mozaiane Queiroz voltou novamente ao hospital materno. Naquela casa de saúde foi atendida pelo médico anestesiologista Paulo Aguiar que prontamente fez o exame de toque.

A mãe de Mozaiane Queiroz conta que, mesmo tendo alertado o médico que o primeiro parto da filha foi de risco, ele insistiu em afirmar que o procedimento seria normal e a encaminhou para a sala de observação aos cuidados das enfermeiras.

Dona Eunice Almeida ainda afirma que já na sala de cirurgia foram as próprias enfermeiras que deram inicio ao parto normal e, o mais grave, o médico que havia se ausentado do hospital só foi chamado quando a situação se complicou. Em seguida, Paulo Aguiar teria chegado e dado prosseguimento ao parto, só que cirúrgico (cesárea), quando, ainda segundo a mãe da paciente, a criança já estava morta.

A alegação dada para o óbito seria um deslocamento de placenta.

A mãe de Mozaiane Queiroz garante que até minutos antes da filha dá entrada na sala de parto ainda chegou a tocar na barriga dela e sentir o bebê se mexendo e, que, acredita que ele tenha morrido em função do procedimento feito pelas enfermeiras, pois a gestante reclama que as mesmas usaram de força excessiva.

Como mostram as fotos acima feitas pela própria família quando Sara Lorrany (seria esse nome dado a criança) já estava em casa, é possível observar que existem vários hematomas pelo corpo, como em uma das pernas, braço e no rosto.

Antes da publicação dessa denuncia seria salutar buscar também ouvir a versão da direção do hospital ou mesmo da Secretaria Municipal de Saúde, porém, nos casos aqui já denunciados os responsáveis por gerir o sistema municipal de saúde jamais deram qualquer importância ou, sequer, emitiram nota para esclarecer à população. Ainda assim, o blog se coloca, como sempre fez, a inteira disposição.

Quanto à família do bebê, ela cobra justiça e garante que denunciará o caso à polícia.

Por Sérgio Matias

imagem080

LCC, ADRIANO E DALVERLI / PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO

Foram apresentados na Decop, às 15h00, do dia 07, Dalverli Moreno Correa, 41, residente a Rua do Campo; Adriano Correa Carvalho, 26, e apreendido o menor LCC, 16 anos, todos residentes no bairro Tibiri em São Luís. Com o trio foi encontrado 01 (uma) pistola, calibre. 380 mm, com duas munições intactas e Gol, vermelho, Placa MTG 4148.

imagem082

ARMA E CARRO ENCONTRADOS COM O TRIO

O trio foi detido quando do atendimento de uma ocorrência repassada pelo Ciops sobre disparo de arma de fogo em via pública.

Participaram da ação o Subtenente R. Filho e Soldados PM Beethoven, Anchieta e Diniz, integrantes do 21º BPM/Cpam.

O Grupo Tático Móvel (GTM/1º BPM/Cpam-3) faziam rondas pela Rua do Campo, Vila Nova, para verificar denúncias de tráfico de drogas. No local abordaram  Natanael Alves, 28 anos, e Wanderson Costa Andrade, 21 anos.

imagem078

WANDERSON E NATANAEL / ACUSADOS DE TRÁFICO DE DROGAS

Com a dupla foi encontrado 09 (nove) papelotes de uma substancia que aparenta ser maconha e R$ 2,00 (dois) reais. Os mesmos foram apresentados no 16º DP da Vila Embratel.

Participara da ação o Sargento PM Veras e o Soldado PM Dayton, ambos do 1º BPM/Cpam-3.

Em incursões pela Vila Maranhão, por volta das 21h30min, do dia 08, policiais militares do 21º BPM, avistaram uma pessoa em atitude suspeita  e resolveram abordá-la. Na revista foi encontrado 01 (um) revólver, calibre. 38 mm, com  quatro munições intactas e duas deflagradas.

O acusado foi identificado como Fernando Máximo Lopes, 26 anos, morador da Ru Nossa Senhora de Fátima, Vila Maranhão.

imagem076

FERNANDO MÁXIMO / PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO

Participaram da ação o Sargento PM Azevedo e Soldados PM Watuzi, Sales, Nascimento, Jordan e Cosme, todos integrantes do Grupo Tático Móvel (GTM) do 21º BPM/Cpam-3.

Duas pessoas também foram conduzidas em cumprimento a Mandado Judicial.

Taxa de inscrição subiu para R$ 68. Nota do Enem pode ser usada na seleção para universidades públicas, bolsas do Prouni e seleção para o Fies.

imagem075

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estão previstas para começar às 10 horas desta segunda (9) e se estendem até as 23h59 do dia 20 de maio.

Para participar, os candidatos devem entrar no site do Inep (http://enem.inep.gov.br/) e preencher seus dados, tendo em mãos o RG e o CPF – menores de idade que ainda não tiverem os documentos precisarão providenciá-los. Também será obrigatório informar um endereço de e-mail e um celular, o município onde farão a prova e a língua estrangeira do teste de Linguagens (inglês ou espanhol).

A taxa de inscrição custa R$ 68 – R$ 5 a mais que na edição do exame no ano passado. Dessa vez, ela poderá ser paga em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência de Correios (antes, só era possível quitar a guia no Banco do Brasil).

Prova
Neste ano, as provas serão realizadas nos dias 5 e 6 de novembro. No primeiro dia, sábado, o candidato terá 4 horas e 30 minutos para responder questões de Ciências Humanas e de Ciências da Natureza. No domingo, ele terá 5 horas e 30 minutos para as perguntas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e redação.

Os portões serão abertos às 12h e fechados às 13h, no horário de Brasília. As provas começarão, nos dois dias, às 13h30.

Os gabaritos oficiais das questões objetivas serão divulgados pelo Inep até o dia 9 de novembro. Já os resultados ainda não têm data marcada para serem apresentados.

Isenção
Aqueles que irão concluir o ensino médio em 2016 e estiverem matriculados na rede pública de ensino terão direito à isenção automática da taxa de inscrição.

Já os que pertencerem a famílias de baixa renda, mas que não sejam concluintes de escola pública, poderão declarar carência para conseguir a isenção. Durante o período de inscrição, o sistema avisará se o pedido foi aceito.

Lembrando que, a partir deste ano, os estudantes que conseguiram a isenção da taxa em 2015 e não compareceram à prova, sem justificar a ausência, vão perder o direito de não pagar a inscrição em 2016.

Atendimento especializado
Os candidatos que precisarem de atendimento especializado (com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, auditiva e intelectual, surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia ou outras condições especiais) devem indicar na inscrição qual o recurso que desejam para fazer a prova. Também podem solicitar auxílio: gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e sabatistas.

Entre os dias 1º e 8 de junho, pela plataforma do Inep, a pessoa deve enviar o documento que comprova sua condição. Ele deve conter o nome completo, o diagnóstico com a descrição do que motiva o pedido de atendimento especial e a assinatura de um médico ou profissional especializado, com seu CRM (registro no Conselho Regional de Medicina).

As adaptações que o candidato pode solicitar são: prova em braile ou com letra ampliada (fonte 18, com imagens maiores) ou super-ampliada (fonte 24, com imagens maiores), tradutor-intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais), guia-intérprete para pessoas com surdocegueira, auxílio para leitura (inclusive a labial) e transcrição, sala acessível e tempo extra de uma hora em cada dia da prova.

A participante lactante que precisar amamentar durante as provas deve levar um acompanhante adulto, que ficará em uma sala reservada e cuidará do bebê enquanto a mãe fizer o Enem. Já aquele que estiver internado para tratamentos de saúde deve assinalar a opção “classe hospitalar”. O Inep entrará em contato com o hospital em que a pessoa estiver para verificar as condições necessárias para que a prova seja feita.

Os sabatistas precisam marcar a alternativa “guardador do sábado por convicção religiosa” para fazê-la em outro horário. Eles entrarão no local de prova quando os portões abrirem, às 12 horas, juntos com os demais, e aguardarão até as 19 horas para fazer a prova.

Nome social
Travestis e transexuais que quiserem tratamento pelo nome social devem informar o pedido ao Inep na inscrição, além de enviar cópia do documento de identificação, com foto recente e formulário preenchido, entre os dias 1º e 8 de junho.

Para que serve o Enem?
Criado para avaliar os conhecimentos dos estudantes que concluíram o ensino médio, a prova também substitui vestibulares no acesso a instituições federais de ensino superior. No entanto, essa não é sua única função.

As notas do Enem podem ser usadas por quem tem mais de 18 anos para obter a diploma do ensino médio. Também são exigidas para o candidato que pretende uma bolsa de estudos pelo ProUni ou financiamento estudantil pelo Fies.

O Ciência sem Fronteiras é outro programa federal que pede boas notas no exame nacional como critério de seleção.

Veja abaixo as funções do Enem e suas regras:

Seleção para universidades
As notas do Enem são usadas para selecionar alunos para as vagas em universidades federais e outras instituições de ensino.

As universidades podem usar o Enem como único método de seleção, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ou fazer uma combinação entre as notas do Enem e seu vestibular próprio. O Sisu já recebeu a adesão da maioria das universidades e institutos federais e, na última edição, ofereceu mais de 205 mil vagas.

Programa Universidades Para Todos (Prouni)
Para disputar uma bolsa de estudos do Prouni, que varia de 50% a 100% do curso de uma instituição de ensino superior privada, o candidato precisa ter obtido nota mínima de 450 pontos no Enem e não pode ter zerado a redação. Na última edição do programa, foram ofertadas 213.113 bolsas em 1.117 instituições.

Financiamento Estudantil (Fies)
Estudantes que concluíram o ensino médio a partir de 2010 e querem solicitar o Fies devem ter feito Enem, caso contrário, não poderão solicitar o benefício. A partir deste ano, o candidato precisa ter obtido 450 pontos no exame nacional e não pode ter zerado a redação.

Pelo Fies é possível financiar os cursos de graduação bem avaliados junto ao MEC. A taxa de juros é de 3,4% ao ano para todos os cursos. Ele pode ser solicitado pelo estudante em qualquer etapa do curso e em qualquer mês.

Seleção para ensino técnico (Sisutec)
Quem estiver interessado em uma vaga gratuita de cursos técnicos oferecidos em instituições públicas e privadas pelo Sisutec deverá ter feito as provas do Enem. As notas no exame serão usadas para classificação dos concorrentes.

Ciência Sem Fronteiras
O programa do governo federal oferece bolsas de estudo para intercâmbios no exterior destinado a alunos de graduação e pós. Para participar da seleção de bolsas durante a graduação, é preciso ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2009 e conseguido a média mínima de 600 pontos. Os candidatos também são avaliados de acordo com seu aproveitamento acadêmico na universidade.

Certificação para o Ensino Médio
Quem tem no mínimo 18 anos e não concluiu o ensino médio pode conseguir a certificação por meio do Enem. A pontuação mínima é 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e 500 pontos na redação.

Portal G1
1 263 264 265 266 267 303