O policial militar, Klemerson Dantas, que também é atleta, coleciona várias medalhas e dessa vez trouxe mais uma para Bacabal. Klemerson participou do campeonato Circuito Cidades de Jiu jitsu, etapa Timon-MA.

Só neste ano, o policial militar conseguiu ficar em 3° lugar no mundial de jiu jitsu evento esse que aconteceu em Fortaleza, foi 1º lugar no open Maranhão, 1º lugar no Norte Nordeste adulto, 1º lugar no Norte Nordeste master e agora 1º lugar no Circuito Cidades, campeonato maranhense.

OUTROS TÍTULOS: campeão no mundial de Jiu-Jitsu realizado na cidade de Fortaleza em agosto de 2018; 3° colocado no absoluto no Open Maranhão, em  São luis-Ma, em setembro deste ano; 1° lugar na categoria Pesadíssimo do Open Maranhão, 1° lugar  no Master do Norte e Nordeste, 1° lugar na categoria adulto no Norte Nordeste, 2° lugar na categoria  Absoluto Norte Nordeste, competições realizadas em setembro na cidade de São Luís do Maranhão.

Klemerson foi convocado para a seleção maranhense de Jiu-jitsu  e representará o nosso Estado e o Brasil em competições nacionais e internacionais.

Klemerson  é Soldado PM e integrante do 15º BPM da cidade de Bacabal (PMMA/CPAI-1) e  sócio da Associação dos Policiais Militares do Médio Mearim-ASPOMMEM, associação essa que vem incentivando vários projetos de inclusão social através do esporte.

”Ficamos muito feliz com mais essa conquista do nosso irmão, torcemos para que seja mais uma de várias que ainda virão, e no que depender da gente, ele sempre poderá contar com nosso apoio, afinal, juntos somos fortes”, disse o presidente da ASPOMMEM, Diego Paixão.

Jhoniel Ribeiro Rodrigues tinha sete anos e foi baleado durante um tiroteio na cidade. Uma outra criança de oito anos também morreu.

Foi enterrado por volta das 16h desta terça-feira (23) em um cemitério no povoado Lajes, em Pindaré-Mirim, o menino Jhoniel Ribeiro Rodrigues, de 7 anos. Ele foi alvo de bala perdida durante um tiroteio nesta segunda (22). Um outro menino chamado Vitor Gabriel Rodrigues Barros, de 8 anos, também morreu e foi levado para ser enterrado em São Luís.

De acordo com a polícia, o tiroteio aconteceu por volta das 21h nas proximidades da Praça Municipal cantor Evaldo Cardoso, no bairro Vila Adelaide Cabral em Santa Inês. Um veículo parou em uma rua e dois homens dispararam em direção a praça. No momento, várias crianças estavam brincando em um parque que fica localizado na praça.

O delegado de Santa Inês, Ederson Martins, informou que os tiros aconteceram por vingança de Leandro Santos Rodrigues contra um homem identificado como Raimundo Warlison de Sousa Felix, de 19 anos. Os dois estão presos.

Em depoimento, Leandro disse que Raimundo teria roubado a casa da avó dele e que contratou uma pessoa para cometer o crime. No entanto, a pessoa contratada errou os disparos e acertou as crianças.

A Polícia também prendeu o irmão de Leandro, conhecido como Alan, que teria comprado as munições para a realização do assassinato. Até o momento, apenas o atirador não foi preso.

SAIBA MAIS

Homens suspeitos de envolvimento em tiroteio são presos pela polícia em Santa Inês

Duas crianças são mortas durante tiroteio no Maranhão

G1MA

Na noite desta última segunda-feira (22) um tiroteio deixou duas crianças mortas na praça Evaldo Cardoso, na Vila Aldelaide Cabral, em Santa Inês.

Segundo informações do superintendente da Polícia Civil do Interior, Armando Pacheco, os suspeitos identificados como Leandro e Danilo chegaram em um veículo saveiro e efetuaram disparos de arma de fogo em uma outra pessoa, mas  acabaram atingindo as duas crianças, Jhonnyel Ribeiro Rodrigues, de  7 anos e Victor Gabriel Rodrigues Barros Coelho, de 8 anos.

As crianças foram rapidamente encaminhadas ao Hospital Tomaz Martins pelos moradores. Uma delas já teria chegado sem vida no hospital, a outra passou por uma cirurgia mas não resistiu e veio a óbito.

Ainda segundo o superintendente, há uns dias atrás Leandro teria sido assaltado em frente a sua casa e teria ido à praça para matar o autor do assalto. Além das crianças, um jovem também foi atingido na mão pelos disparos.

A Polícia prendeu Leandro e continua as buscas pelo outro suspeito. (MA10).

Prova da primeira fase deste domingo (21) no Maranhão teve 60 questões de múltipla escolha. Convocação para a segunda fase será feita em 13 de novembro

A Universidade Estadual do Maranhão divulgou o gabarito oficial e o caderno de prova da primeira fase do Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (PAES 2019). Neste domingo (21), os candidatos tiveram que responder a 60 questões de múltipla escolhapor área de conhecimento, abrangendo matérias que integram o ensino médio, de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s).

VEJA ABAIXO O GABARITO

CONFIRA AQUI O CADERNO DE PROVA

Estão na disputa 4.249 vagas em vários cursos na Universidade Estadual do Maranhão (UEMA. No total, 57.114 candidatos estavam inscritos. A abstenção foi de 10.557 pessoas, o que representa 18% dos inscritos.

Concorrência

Nesta edição do PAES 2019, o curso mais concorrido é o de Formação de Oficiais – Bacharelado em Segurança Pública da Polícia Militar do Maranhão, na categoria feminina e pela reserva de vagas para negras. São 386 candidatas concorrendo a uma vaga.

A categoria feminina para o curso de formação de oficiais pelo sistema universal de vagas é o segundo mais concorrido, com 356.25 mulheres na disputa por vaga. Em seguida vem o curso de Medicina, no Campus Caxias, com 297.62 candidatos por vaga. Em quarto lugar está o curso de Direito, Campus São Luís, com 88.22 pessoas na disputa por uma vaga.

UemaSul

A UemaSul disponibilizará 645 vagas. Excepcionalmente, o PAES 2019 da UEMA abrangerá a seleção dos candidatos às vagas disponíveis dos cursos da área de atuação da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL).

Calendário

  • Convocação para a segunda fase: 13 de novembro
  • Segunda fase: 25 de novembro

SAIBA MAIS

G1MA

Neste domingo (21), 10.557 mil inscritos faltaram à primeira etapa do Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (PAES 2019) realizado pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Este ano, mais de 57 mil pessoas se inscreveram e disputam 4.249 vagas.

O número representa cerca de 18% do total de inscritos. De acordo com a UEMA, o gabarito preliminar da prova estará disponível em 48 horas no site do PAES.

As provas do PAES 2019 foram realizadas nos campi de São Luís, Bacabal, Caxias, Balsas, Santa Inês, Timon, Grajaú, Lago da Pedra, Zé Doca, Itapecuru-Mirim, Colinas, São João dos Patos, Barra do Corda, Codó, Coelho Neto, Pinheiro, Presidente Dutra, Pedreiras, Coroatá, São Bento e nos campi da UemaSul em Imperatriz e Açailândia.

Este ano, os candidatos terão acesso as suas provas por meio de uma planilha online que pode ser acessada no site do PAES. A iniciativa tem como objetivo dar mais transparência e agilidade ao processo de vestibular, além de tirar as dúvidas dos candidatos. A planilha será divulgada após a divulgação do gabarito oficial.

Segunda etapa

A segunda prova do PAES 2019 será realizada no dia 25 de novembro das 13h às 18h, horário local. A prova terá 12 questões analítico-discursivas, abrangendo conteúdos de duas disciplinas que específicas por curso e a prova de produção textual.

Segundo a UEMA, a lista com o nome dos candidatos para a segunda etapa do PAES 2019 deve ser divulgada no dia 13 de novembro. (G1MA).

57.114 pessoas se inscreveram para o vestibular e disputam 4.249 vagas em vários cursos. As provas terão início às 13h e serão finalizadas às 18h

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) realiza neste domingo (21) a primeira etapa do Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (PAES 2019). 57.114 pessoas se inscreveram para o vestibular e disputam 4.249 vagas em vários cursos.

As provas terão início às 13h e serão finalizadas às 18h. O candidato deverá comparecer ao local de prova com antecedência mínima uma hora. A segunda etapa do vestibular será realizada no dia 25 de novembro e a relação dos convocados deve ser divulgada no dia 13 de novembro.

Neste domingo (21), as provas acontecem nos campi da UEMA de São Luís, Caxias, Bacabal, Balsas, Santa Inês, Timon, Grajaú, Lago da Pedra, Zé Doca, Itapecuru – Mirim, Colinas, São João dos Patos, Barra do Corda, Codó, Coelho Neto, Pinheiro, Presidente Dutra, Pedreiras, Coroatá, São Bento e nos campi da UemaSul: Imperatriz e Açailândia.

Sobre a prova

A primeira etapa do PAES será constituída de 60 questões objetivas de múltipla escolha, por área de conhecimento, abrangendo matérias que integram o ensino médio, de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s).

É obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto para a realização das provas. São considerados documentos válidos:

  • Cédulas de identidade (RG) expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública/Forças Armadas/Polícia Militar ou Polícia Federal
  • Identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros
  • Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que tenham validade como documento de identidade
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social emitida após 27 de janeiro de 1997
  • Passaporte
  • Carteira Nacional de Habilitação com fotografia

Proibições

Conforme o edital, sob pena de eliminação o candidato não poderá portar lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações e quaisquer dispositivos eletrônicos, como:

  • Máquinas calculadoras
  • Agendas eletrônicas ou similares
  • Telefones celulares
  • Smartphones
  • Tablets
  • Ipods
  • Pen drives
  • Wi-drive
  • Mp3 ou similar
  • Gravadores
  • Relógios analógicos, digitais ou watch ou smartwatch (com ou sem sistema operacional)
  • Alarmes de qualquer espécie
  • Transmissor, gravador ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens
  • Utilizar óculos escuros e artigos de chapelaria, como boné, chapéu, viseira, gorro, bandana, turbante ou similares
  • Portar armas de qualquer espécie
  • Sair em definitivo da sala de provas duas horas antes do início das provas

Concorrência

Nesta edição do PAES 2019, o curso mais concorrido é o de Formação de Oficiais – Bacharelado em Segurança Pública da Polícia Militar do Maranhão, na categoria feminina e pela reserva de vagas para negras. São 386 candidatas concorrendo a uma vaga.

A categoria feminina para o curso de formação de oficiais pelo sistema universal de vagas é o segundo mais concorrido, com 356.25 mulheres na disputa por vaga. Em seguida vem o curso de Medicina, no Campus Caxias, com 297.62 candidatos por vaga. Em quarto lugar está o curso de Direito, Campus São Luís, com 88.22 pessoas na disputa por uma vaga.

UemaSul

A UemaSul disponibilizará 645 vagas. Excepcionalmente, o PAES 2019 da UEMA abrangerá a seleção dos candidatos às vagas disponíveis dos cursos da área de atuação da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL).

 

Informações dão conta que o prefeito de Lago Verde, Dr. Francisco, rompeu politicamente com o vice-prefeito Jesus Côco. O motivo surpreende. Segundo as especulações nos bastidores, o gestor não estaria suportando a intensa pressão que o vice e seus familiares fazem sobre seu governo e, principalmente, sobre sua pessoa.

Sem saída e sem alternativas, o médico-prefeito optou por romper com o vice e também com os familiares do mesmo, entre eles, ex-prefeito Chico Côco e o ex-vereador Chico Maroca.

Ainda segundo informações, além de vultosos salários no valor de 10 mil reais, o prefeito ainda era obrigado a pagar prestações de camionete para aliado. Ainda assim, eles nunca estavam satisfeitos. Enchiam a folha de funcionários e queriam mais. O prefeito não suportou tamanha pressão e rasgou as toalhas.

Dr. Francisco demonstra está com uma postura mais firme e, em decorrência, sobrou até para o atual presidente da Câmara Municipal, o vereador Latino. Eleito através da articulação do secretário de Administração, Marquinho Lera, Latino, logo após assumir o cargo de presidente, se revelou contra o prefeito e contra o próprio secretário.

Latino seria outro insatisfeito sem motivo. Além do comando da Câmara, o vereador teria, nada mais e nada menos, que 10 diretores de escolas e cerca de 70 funcionários (incluindo esposa, irmão e irmã) na Prefeitura de Lago Verde, todos indicados por ele. Mesmo com tanto prestigio junto ao prefeito, Latino devolve o reconhecimento falando mal de Dr. Francisco, reclamando de salários de servidores contratados atrasados.

O certo é que o prefeito não suporta mais pressão desses aliados insatisfeitos e decidiu se apartar deles. Vamos ver qual será a reação que vem por aí. (Blog do Carlinhos Filho).

1 3 4 5 6 7 267