ELEIÇÃO NA ASSEMBLEIA SERÁ QUINTA-FEIRA E SEGUE INDEFINIDA

Comentários 0

Foi aprovada na terça-feira (08), o Projeto de Resolução Legislativa que antecipou a data da eleição da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Apesar da aprovação ter se dado por unanimidade, as articulações seguem acontecendo e a eleição que será na quinta-feira (10) segue indefinida.

imagem067

Até o momento apenas os cargos de presidente e primeiro vice-presidente estão definidos e ambos sem alterações, já que Humberto Coutinho (PDT) e Othelino Neto (PCdoB), respectivamente, deverão ser reeleitos para o biênio 2017/2018.

Se apenas dois dos noves cargos estão definidos, segue a disputa ainda pelos sete outros cargos da Mesa Diretora. A primeira disputa será entre os blocos parlamentares para saber quantas vagas cada um terá.

Por “um acordo”, o Blocão do Governo, que possui 24 deputados, teria direito Bloca cinco vagas, restando duas vagas para o Bloco União Parlamentar, uma para o Bloco de Oposição e outra vaga para o PV.

Entretanto, com a insatisfação crescente entre os deputados do Blocão do Governo, a tendência é que “esse acordo” não seja cumprido e o maior bloco da Assembleia fique com seis vagas, retirando uma indicação do PV, que por não ter entrado em nenhum bloco, ficou isolado com apenas quatro parlamentares.

Os deputados Ana do Gás, Fábio Braga, Paulo Neto, Raimundo Cutrim, Valéria Macedo e Zé Inácio, são alguns dos parlamentares que, até o momento, não escondem a insatisfação com as articulações feitas.

Outra indefinição é com relação a primeira secretaria. A expectativa é que a indicação coubesse ao Bloco União Parlamentar, afinal o Blocão do Governo já está indicando o presidente e o primeiro vice-presidente.

Mas a tendência é que o nome para primeira secretaria também saia do Blocão do Governo e o nome mais forte é o deputado estadual Marco Aurélio (PCdoB), mesmo partido do governador Flávio Dino.

Vale lembrar que apesar da antecipação da eleição, a nova Mesa Diretora da Assembleia só assumirá em fevereiro de 2017.

A eleição acontecerá as 11h30 da quinta-feira, em Sessão Extraordinária. Sendo assim, os deputados têm um pouco mais de 24 horas para tentar conseguir o consenso e a eleição, como de costume, se transformar numa aclamação.

É aguardar e conferir.

(Por Jorge Aragão)

Deixe uma resposta