PADRE OSTENTAÇÃO: CACHÊS DE 100 MIL SÃO A MARCA REGISTRADA

Comentários 0

Roupas de grife, viagens constantes a Europa e altos cachês: estão são as características principais da carreira “religiosa” de Fábio de Melo, o padre.

Hoje em dia, cantores como Aline Barros, Fábio de Melo entre outros cobram caríssimo para levarem a palavra de Deus. É algo chocante. Hoje em dia o gospel está faturando milhões em shows business, o que nada tem a ver com os ensinamentos de Cristo, que nunca cobrou um vintém para fazer suas curas e milagres.

Quando esse padre esteve aqui no Maranhão em 2014, cobrou aproximadamente R$ 100 mil. E não é só por aqui que ele fez isso, no nordeste um show dele não sai por menos de R$ 80 mil, sim minha gente, ele cobra caríssimo para atender a “um chamado” divino.

Screen Shot 06-15-16 at 12.49 PM

Não consigo entender o por quê disso, até acho meio contraditório cobrar R$ 100 mil de cachê e depois vim falar de humildade e que é pecado a ganância. Papo! Foi “se embora” os tempos onde as pessoas pregavam e cantavam pelo simples e mais pelo amor á palavra de Deus! (Blog da Riquinha).

Deixe uma resposta