CONFIRMADO: BEC PARTICIPARÁ DA SEGUNDA DIVISÃO EM 2016, DIZ PRESIDENTE

Comentários 0
Screen Shot 08-02-16 at 01.35 AM

PRESIDENTE DO BEC FRANCISCO RODRIGUES

Quando a Federação Maranhense de Futebol em seu site oficial divulgou a relação dos times que participariam da segunda divisão 2016, sem a participação do Bacabal Esporte Clube, imediatamente os torcedores do Leão do Mearim ficaram bastante decepcionados. Somente Americano, que deverá mandar os seus jogos em Bacabal no estádio Correão, além de Boa Vontade, Pinheiro e Sabiá, participariam do certame, onde apenas um, o campeão, teria acesso  a série da elite maranhense.

Screen Shot 08-02-16 at 01.33 AM

A repercussão foi imediata nas redes sociais. Por que o Bacabal Esporte Clube não constava como um dos participantes? Era a pergunta que todos se faziam, já que o presidente da agremiação, Francisco Rodrigues, garantia a todo vapor que o time seria um dos participantes.

Com inúmeras cobranças feitas a este blog, para que procurasse esclarecer qual seria o real destino da Leão Azul, resolvemos procurar  a pessoa mais indicada para responder a pergunta. Na tarde do dia 22, procuramos Francisco Rodrigues, que educadamente nos recebeu para uma conversa sobre os destinos do Becão Maravilha.

Inicialmente, o presidente Francisco Rodrigues nos informou que a sua principal preocupação nesta sua segunda passagem a frente do Bec foi a parte jurídica.  Saber como estaria a situação do time frente a Federação Maranhense de Futebol, encargos sociais, Receita Federal, dentre outros quesitos. Para começar pediu a FMF uma planilha com todos os débitos do time, junto a entidade.

PLANILHA DEBITO FEDERAÇÃO

PLANILHA DE DÉBITOS DO BEC JUNTO A FMF

Para a sua surpresa, ao receber a planilha da Federação deu de cara com um débito de R$ 97.395.67 (noventa e sete mil, trezentos e noventa e cinco reais e sessenta e sete centavos), que vai desde taxas com jogos, tipo arbitragens, multas, registros, programa Viva Nota, até cheque sem fundos.

RECOMENDAÇÃO

RECOMENDAÇÃO DA FMF AO BEC SOBRE AS PENDÊNCIAS EXISTENTES, DOCUMENTO DO DIA 03 DE MAIO DE 2016

Com o time sem um centavo em caixa começou o correria para o pagamento da dívida para garantir o time dentro das competições oficiais. Com muito esforço e jogo de cintura, a diretoria do Bacabal Esporte Clube conseguiu junto ao Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) e da Federação Maranhense de Futebol (FMF), a anistia total  das multas nos valores de R$ 20.000,00 e 40.000,00 reais, respectivamente. As entidades vendo a crise que assola o país e principalmente os times de pequeno porte optou por dispensar a divida não só do Bacabal, mas, de outras agremiações.

OFICIO ENCAMINHAMENTO DE PENDENCIAS

OFÍCIO DO BEC A FMF ENCAMINHANDO OS DOCUMENTOS SOLICITADOS, DATADO DE 05 DE JUNHO DE 2016

Com relação a dívida de R$ 10.000,00 reais do programa do governo do Estado  Viva Nota em que o time do Bacabal recebeu em 2013, R$ 70.000,00 (setenta mil reais), dos quais R$ 10.000,00 reais deveriam ser repassados a Federação Maranhense de Futebol. Porém, Francisco Rodrigues, em conversa com membros da diretoria anterior, afirmou a este blog, que  foi informado do montante recebido e que realmente a parte da FMF não foi repassada a entidade de futebol.

ATA ASSEMBLEIA GERAL BEC

ATA DE ASSEMBLÉIA GERAL

Com relação ao cheque sem fundos no valor de R$ 8.520,00 (oito mil quinhentos e vinte reais), em nome de terceiros, o time do Bacabal tentará a todo custo não pagar esta dívida, como também, a de R$ 10.000,00 mil reais, uma vez que, no entender de Francisco Rodrigues, não são dívidas  do time que atualmente dirige.

ALVARÁ DE LICENÇA MUNICIPAL

ALVARÁ DE LICENÇA MUNICIPAL

Em contrapartida a diretoria do Bacabal só reconhece mesmo a dívida de R$ 18.875,67 (dezoito mil, oitocentos e setenta e cinco reais e sessenta e sete centavos), valor este, que será renegociado na próxima segunda-feira, dia  25.

20160722_153949-1

EXPEDIÇÃO DO DARF O QUE COMPROVA A SITUAÇÃO LEGAL DO BEC JUNTO A ESFERA FEDERAL

Ainda com relação ao campeonato maranhense da segundona, que começaria no próximo dia 04 de setembro com  apenas quatro times, segundo o presidente Franciso Rodrigues, está suspenso, justamente, por  falta de documentações a nível estadual e federal dos participantes. Documentação esta que o Bacabal até já entregou a quem de direito, estando totalmente legalizado para participar da competição. Em breve, estará sendo vistoriado o estádio Correão para e expedição do Laudo que dará condições ao campo para a prática desportiva.

CONFIRA ESTES E OUTROS ASSUNTOS NA ENTREVISTA DO PRESIDENTE FRANCISCO RODRIGUES.

PARTE 1:

PARTE 2:

Deixe uma resposta