GESTÃO DE ZÉ ALBERTO VELOSO DESMENTE INFORMAÇÕES SOBRE DESVIO DE RECURSOS. “CGU NUNCA REALIZOU OPERAÇÃO EM NOSSO GOVERNO”

Comentários 0

Esta semana o site MA 10 da Difusora que pertence ao Sistema de Comunicação Difusora e que em Bacabal a emissora afiliada do sistema é presidida pelo Senador João Alberto e o deputado estadual Roberto Costa publicou uma reportagem informando que no período de 2013 a 2016, foi constatado pela CGU durante operações realizadas em pelo menos 30 municípios incluindo BACABAL, um desvio de mais de R$ 300.000.000,00 da saúde, educação, transporte e merenda escolar.

unnamed-file

EX-PREFEITO JOSÉ ALBERTO VELOSO

Em contato com a ex- Assessoria Jurídica da Prefeitura de Bacabal e com assessores mais próximos do ex-prefeito Zé Alberto inclusive do setor de finanças, o blog foi informado de que em momento algum o município foi notificado ou sofreu qualquer investigação da CGU sobre as acusações mencionadas na matéria entre 2013 a 2016.

“A informação não condiz com a verdade. A única vez em que membros da CGU estiveram em Bacabal foi para ministrar um curso para o pessoal ligado a Controladoria Geral do Município. Nunca houve operação da CGU na gestão de Zé Alberto. A gestão de Zé Alberto não tem nada haver com isso” afirmou um dos integrantes da Assessoria Jurídica do ex-prefeito de Bacabal.

Em relação a recursos públicos que teriam sido desviados de contas públicas para contas particulares sem comprovação de despesas ou com comprovação irregular, os advogados que atuaram na gestão do ex-prefeito Zé Alberto desconhece tal informação e defendem que as denuncias sejam minuciosamente apuradas, pois a gestão do ex-prefeito não tem nada a esconder ou temer.

ESTOQUE DE MERENDA

Se em algum município do Maranhão foi constatado que houve desvio de recursos da Merenda Escola, em Bacabal a situação é completamente diferente. Para se ter uma ideia, o governo de Zé Alberto além de garantir a alimentação dos alunos durante os últimos quatro anos, deixou um grande estoque de alimentos no depósito da Secretaria Municipal de Educação (Semed) o que garantirá a merenda dos estudantes da Rede Municipal nos primeiros meses de 2017. A informação é do ex-secretário da Semed de Bacabal, Professor Carlos Gusmão.

Gusmão informou ainda que além do estoque de merenda, a SEMED deixou em caixa cerca de R$ 200.000,00 para aquisição de alimentos para a Rede Municipal de Ensino.

Por Alberto Barros

Deixe uma resposta