POSSE DO VEREADOR JOÃOZINHO DO ALGODÃOZINHO: UMA PRESEPADA ANUNCIADA. VEREADOR NÃO COMPARECEU

Comentários 0

JOÃOZINHO DO ALGODÃOZINHO NÃO COMPARECEU PARA SER LEGITIMAMENTE EMPOSSADO

E tome presepada. E agora foi Joãozinho do Algodãozinho que não quis ser empossado. Nem parece aquele vereador que na última sessão do dia 03 de fevereiro implorou ao presidente interino da Câmara Municipal de Bacabal para ser empossado. Pois bem, por decisão do Juiz Marcelo Moreira que respondia pela 1ª Vara da Comarca de Bacabal, o presidente do legislativo bacabalense, Irmão Leal, através do Edital nº 02/2017, datado de 10 de fevereiro de 2017, convocou para as 17 horas de hoje (14), a posse do vereador João da Cruz Rodrigues, o “Joãozinho do Algodãozinho”, no gabinete da presidência. Tudo foi preparado para a posse, porém, o anfitrião, simplesmente faltou, desobedecendo assim o chamamento do legislativo bacabalense.

Conforme reza o regimento interno, o presidente do legislativo, Irmão Leal, esperou após as 17 horas, mais trinta minutos. Confirmada a não presença de Joãozinho do Algodãozinho, foi expedida uma certidão  em que é citada a ausência do edil.

CERTIDÃO EXPEDIDA PELO PRESIDENTE IRMÃO LEAL

Segundo informações repassadas a este blog, Joãozinho, estaria atendendo determinação do seu grupo, comandado pelo senador João Alberto de Souza que por todo o dia desta terça-feira, esperou um parecer favorável do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, que reconheceria como legítima a eleição de Edvan Brandão para a presidência da Câmara Municipal de Bacabal e consequentemente a posse de Joãozinho, só que o tiro saiu pela culatra e a decisão até agora não foi anunciada. Com isso o povo de Bacabal mais uma vez se decepcionou com aqueles que foram eleitos para representá-los. Essa atitude foi mais uma prova cabal que muitos destes atuais representantes não estão nem aí para o sofrimento da população.

O curioso de tudo isso é que o grupo do deputado estadual Roberto Costa, que sempre acusou o grupo adversário de não querer dar posse a Joãozinho, agora fez o mesmo. Joãozinho que já está sumido da cidade há praticamente dois meses não tomou posse. Porém a grande maioria se pergunta. Será que se Joãozinho pudesse decidir sobre a sua vida púbica, pois informações dão conta que o vereador é o ultimo a decidir sobre as suas vontades e convicções políticas, ele não teria vindo tomar a sua posse que lhe é de direito? Ele que chegou a implorar ao presidente Irmão Leal na sessão do ultimo dia 3 para ser empossado, mudou de pensamento tão rapidamente?

É como bem diz o adágio popular que mais se identifica com a nossa cidade: “ BACABAL É TERRA DE MURO BAIXO”.

Deixe uma resposta