MAIS DE 200 CRIANÇAS ESTÃO NA FILA PARA O TRATAMENTO DE DOENÇAS CARDÍACAS EM SÃO LUÍS

Comentários 0

De acordo a Secretaria de Estado de Saúde (SES) apenas um hospital em São Luís, realiza atendimento especializado a doenças cardíacas para crianças.

A falta de leitos de UTI pediátrica em hospitais em São Luís torna longa e mais difícil a espera de mais de 200 crianças que estão na fila para o tratamento de doenças cardíacas.

Enzo Gabriel, de sete meses, é portador da cardiopatia congênita, uma doença que exige o tratamento em uma unidade especial de saúde. Natural do município de Brejo, a 313 km de São Luís, a família do menino desde quando percebeu da gravidade do problema, trouxe a criança para a capital. Desde o dia 19 de abril ele está internado na ala de pediatria da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Cidade Operária em São Luís, a espera de um leito em um hospital especializado.

De acordo a Secretaria de Estado de Saúde (SES) em São Luís, apenas no Hospital Universitário (HUUFMA) é ofertado atendimento especifico para portadores de cardiopatia congênita. Por conta da falta de leitos para pacientes que sofrem da doença, como é o caso de Enzo Gabriel, ainda não há previsão para novos tratamentos sejam iniciados.

Segundo Egídio Carvalho, coordenador do serviço de regulação estadual, ainda não previsão para o inicio do tratamento do menino, mas ainda nesta semana, ele será submetido a uma intervenção cirúrgica que pode amenizar o sofrimento. “O cateterismo cardíaco já está sendo providenciado para realizar na sexta feira (23). O estado em 30 ou 60 dias provavelmente, deve está adotando meios para implantar uma outra UTI pediátrica no Hospital Infantil Dr. Juvêncio Matos para que a gente possa receber essas crianças, fazer o pré-operatório e fazendo t odo o preparo do paciente (…)”, afirmou. (G1 Maranhão).

Deixe uma resposta