SOB O COMANDO DO DELEGADO CARLOS ALESSANDRO (SENARC), POLÍCIA CIVIL FAZ A MAIOR APREENSÃO DE DROGAS DA SUA HISTÓRIA

Comentários 0

O Sinpol-MA parabeniza todos os Policiais Civis por uma apreensão recorde de drogas do ano e da história da Polícia Civil do Maranhão, feita nesta sexta-feira (22). A equipe da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC) apreendeu cerca de 3,2 toneladas de maconha prensada, no Miritíua, povoado do município de São José de Ribamar.

Mesmo com todas as mazelas, que afligem a Polícia Civil do Estado do Maranhão, os colegas do SENARC executaram um excelente trabalho, resultado de muita dedicação, competência e profissionalismo. Mesmo com a desvalorização da Polícia Civil, a categoria não foge a luta e cumpre a honrada função de servir e proteger a sociedade, combatendo a criminalidade oriunda do tráfico de drogas.

Durante operação deflagrada no Povoado Miritíua, zona rural de São José de Ribamar, a Polícia Civil, por intermédio da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico  (SENARC), realizou a apreensão de aproximadamente 3,2 toneladas de maconha prensada, que estavam sendo transportadas em uma carreta, marca Scania, cor vermelha, placa NXV-5193, conduzida por RODRIGO ALVES DE OLIVEIRA, 32 anos de idade. Sendo que, na oportunidade, foram presos WAL RAFAEL SOUSA DE ARAÚJO, 33 anos, PABLO HERNANDES FERREIRA, 33 anos, e DENILSON CASTRO DOS SANTOS, 30 anos, os quais estavam nos veículos Nissan Frontier, cor prata, placa OLH-6799, e Fiat Punto, branco, placa OJH-3530, dando suporte ao transporte do carregamento de droga.

Após a ação, os aludidos indivíduos foram conduzidos à sede da senarc, onde foram autuados em flagrante delito pela prática dos crimes de tráfico ilícito de drogas e associação para o tráfico. Em seguida, foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficarão à disposição do Poder Judiciário. Ressaltando que WALT RAFAEL SOUSA DE ARAÚJO já responde a processos pelos crimes de tráfico de drogas, roubo majorado a instituição financeira e estelionato. Essa foi considerada a maior apreensão de maconha prensada no estado do Maranhão e uma das maiores do Norte/Nordeste no ano de 2017. (Sinpolma).

 

Deixe uma resposta