ANDRÉ CAMPOS VISITA DESEMBARGADOR E COMEMORA DECISÃO QUE DEVERÁ SAIR NESTA MANHÃ (9) EM DESFAVOR DO PREFEITO ZÉ VIEIRA

Comentários 0

CNJ NELE! Des. Castro articula juntos a aliados do Senador João Alberto para pegar relatoria do processo de Zé Vieira a todo custo.

Na tarde de ontem (08), o ex-diretor do Detran-MA, o carnavalesco André Campos – atual superintendente da Funasa no Maranhão – esteve no Tribunal de Justiça do Maranhão em longa conversa a ‘pé de orelha’ com o Desembargador José Ribamar Castro.

De acordo com uma fonte do Blog do Domingos Costa, bem posicionada no judiciário maranhense, o “faz tudo” do deputado estadual Roberto Costa (PMDB), foi ao gabinete do magistrado atendendo uma ordem expressa do senador João Alberto.

Ainda segundo a fonte, após o encontro a porta fechada, Campos saiu do gabinete ao telefone sorridente e comemorando uma suposta decisão em desfavor do prefeito de Bacabal, Zé Veira (PP), com a garantia de que tão logo o desembargador Bayma decida sobre a relatoria do processo, tornará sem efeito as decisões das Desembargadoras Nelma Sarney e Cleonice Freire, de forma imediata.

Campos, com a certeza e a palavra empenhada do Desembargador Castro, desceu imediatamente ao gabinete do Desembargador Bayma Araújo, tentando articular uma decisão para que o processo retorne à relatoria de Castro, acionando o senador João Alberto para colocar pressão do decano do Tribunal.

Causa estranheza os reais interesses do desembargador Castro no desfecho do caso, por inúmeros motivos: Primeiro, tornou sem efeito a lúcida decisão da sua antiga chefe (Desa. Cleonice Freire); Segundo, despachando o processo que questiona sua própria relatoria; Terceiro, atendendo funcionário público comissionado federal para tratar de decisão futura sobre cassação de prefeito de uma das mais importantes cidades do Maranhão. E por último, colocando seus assessores para monitorarem o andamento de todos os processos envolvendo o caso.

Teria o Des. Castro alguma relação pessoal com o Senador João Alberto? Ou, sua movimentação suspeita nesse caso seria retribuição à ajuda que recebeu quando da condenação de sua cunhada?

O estranho é que mesmo com as Desembargadoras Nelma e Cleonice tendo decidido a favor de Zé Vieira, Castro comprou a briga e faz de todas as estripulias para tentar sozinho matar o processo no peito e tirar Zé Vieira do caso.

Com a palavra o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Por Domingos Costa.

 

Deixe uma resposta