FLAGRADO COM MULHERES E CERVEJA, GOLEIRO BRUNO PERDE DIREITOS NA PRISÃO

Comentários 0

Preso em Varginha (MG), ex-jogador do Flamengo estava autorizado a trabalhar fora do presídio entre 7h e 18h

O ex-goleiro Bruno Fernandes perdeu nesta sexta-feira o direito de realizar trabalhos externos ao presídio de Varginha (MG), onde está preso desde abril de 2017, dois dias depois de ser flagrado pela emissora TV Alterosa, afiliada local do SBT, na companhia de duas mulheres e com uma lata de cerveja na mesa.

O ex-jogador foi preso em 2010 e posteriormente condenado pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samúdio, sua amante, e por sequestro e cárcere privado do filho que teve com ela. Bruno estava autorizado, desde o ano passado, a trabalhar em obras na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) de Varginha, sem supervisão.

No entanto, a 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da cidade retirou nesta sexta o benefício ao ex-jogador do Flamengo depois da veiculação da reportagem. Além de mostrar Bruno acompanhado em um bar, a TV Alterosa exibiu conversas de celular na qual Bruno cita facilidades como acesso a celular e bebidas alcoólicas. (VejaOnline).

Deixe uma resposta