POLÍCIA CERCA REGIÃO DE LAGO DOS RODRIGUES E LAGO DO JUNCO EM BUSCA DE SUSPEITOS DO ASSALTO AO BANCO DO BRASIL DE BACABAL

Comentários 0

Forças policiais cercam regiões rurais dos municípios de Lago do Junco e Lago dos Rodrigues em busca dos criminosos que invadiram a agência do Banco do Brasil da cidade de Bacabal. A quantia em dinheiro roubada é estimada em R$ 100 milhões de reais. Foi um dos maiores roubo a banco da história do país.

A movimentação de viaturas da polícia na região, na noite desta terça-feira (27), foi confirmada.

Moradores  de povoados localizados na divisa entre os municípios de Lago do Junco e Lago dos Rodrigues, observaram ontem, dia 27,  três homens se locomovendo a pé, pedindo comida e demostrando estarem muito cansados. Pela rota, a polícia concluiu que eles poderiam sair no povoado Pote, que fica na rodovia MA-119, entre as cidades de Lago do Junco e Lago dos Rodrigues. Equipes da policia civil e da polícia militar foram mobilizadas para a região e se dividiram. Uma parte faz barreira no povoado Pote enquanto a  outra adentrou as regiões rurais, atrás dos três suspeitos. Até o fechamento desta nota, nenhum elemento foi encontrado. Neste momento, continua movimentação da policia nessas regiões rurais de Lago do Junco, Lago dos Rodrigues e Lago da Pedra.

“Estamos atrás de três elementos que participaram do assalto ao Banco de Bacabal; eles foram vistos em povoados de Lago dos Rodrigues e um grande aparato policial foi montado para capturá-los. Até o momento não logramos êxito. É importante frisar que não procede, informações que houve trocas de tiros ontem à noite no povoado Pote ou no povoado  São Lourenço, ou em uma piscina dessa região. Essas notícias são fake news, são falsas, mas procede que três suspeitos de assaltarem o banco estão em fuga nesta região”, informou um delegado que trabalha na operação.

O  bando teria se dispersado em vários e um deles optou pela fuga pelas municípios de Lago da Pedra, Lago dos Rodrigues e Lago do Junco, em decorrência dos mesmos serem repletos de estradas vicinais que dão acessos a vários outros municípios, facilitando a fuga. Outra razões para eles escolherem Lago do Junco e Lago da Pedra se deve ao fato que as regiões rurais de Caxias, Coroatá, Alto Alegre do Maranhão, Itapecuru e São Mateus estarem fechados por barreiras da polícia”.

Portanto, até o momento o bando não foi preso. Forças Policiais com ajuda de helicópteros do CTA permanecessem atrás dos criminosos. (Informações: Blog do Carlinhos).

Deixe uma resposta