ASSOCIAÇÃO VAMOS DE BACABAL RECEBE O PRÊMIO ITAÚ UNICEF 2018

Comentários 0

Em evento realizado em São Paulo na última terça-feira (27), foram divulgados os seis projetos vencedores da 13ª edição do Prêmio Itaú-Unicef. A cerimônia aconteceu no auditório Ibirapuera, na capital paulista, e teve o projeto ‘Vamos! Criançada’, da cidade de Bacabal, representando o Maranhão na categoria Parceria em Ação (realizações entre organizações da sociedade civil e escolas públicas). A outra categoria, intitulada Organizações em Ação, era dedicada a projetos realizados exclusivamente pelas organizações da sociedade civil.

Na categoria Parceria em Ação, o vencedor foi o ‘Onda pela paz’ de Brasília (DF), que levou R$ 400 mil. Em segundo lugar ficou o ‘Cidadania Rimada no Cordel da Educação’, de Campos Sales (CE), com R$ 360 mil. O valor é dividido igualmente entre ONGs e escolas.

Apesar de não ter saído vencedor, o projeto ‘Vamos! Criançada’, realizado pela ONG Vamos na escola São João Batista, já tinha recebido um prêmio em dinheiro por ter chagado a final.

 O projeto teve início em 1998, com o objetivo de oferecer um espaço para as crianças que tinham passado por desnutrição infantil e apresentavam dificuldades na aprendizagem. Com o passar do tempo, essas crianças começaram melhorar seu desempenho escolar”, explica Manuel Lemos, que faz parte da equipe pedagógica do projeto.

Participam do projeto ‘Vamos! Criança’ 40 crianças entre 7 e 16 anos. “Desde o início, equipe do projeto realizava visita mensal na escola para acompanhar a assiduidade e desempenho escolar das crianças. O diálogo entre a coordenação do Projeto e a direção da escola fortalece o planejamento de ações que favorecesse a educação integral”.

Em Bacabal eles oferece oficinas de informática, violão, flauta doce, apoio escolar com base nas dificuldades individuais das crianças e realiza encontros de sensibilização onde são trabalhados temas específicos. “Todas estas atividades promovem a inclusão social e resiliência contribuindo para formação integral dos participantes”, completa Lemos.

Outros vencedores

A categoria Organizações em Ação premiou quatro projetos premiados, entregando R$ 150 mil, R$ 140 mil, R$ 130 mil e R$ 120 mil, respectivamente. Em primeiro lugar ficou o ‘Essa ciranda é de todos nós’, de Fortaleza (CE), em segundo ‘Turma que faz’, de Alto Paraíso de Goiás (GO), em terceiro ‘Meninos e meninas de ouro’, de Careiro (AM), e em quarto ‘Refugio’, de Cambé (PR).

O prêmio

Há 23 anos, o Prêmio Itaú-Unicef reconhece iniciativas de educação integral em todo o país. Nesta edição, a premiação recebeu mais de 3.500 inscrições e obteve um aporte 47,5% maior que de 2017, totalizando R$ 5,9 milhões

O evento é uma iniciativa da Fundação Itaú Social e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

 “Para a garantia de direitos de crianças e adolescentes, é fundamental o engajamento de todos. Por isso, queremos estimular e dar visibilidade aos projetos de organizações da sociedade civil e parcerias entre organizações e escolas que contribuem para a educação integral no País e para a superação das desigualdades sociais que afetam, sobretudo, crianças e adolescentes”, explicou Ítalo Dutra, chefe de Educação do UNICEF no Brasil. (O Imparcial).

Deixe uma resposta