BACABAL: FERREIRINHA DISSE QUE MATOU MELISSA EM LEGÍTIMA DEFESA

Comentários 0

Em entrevista aos canais Remanso (afiliada da Tv Record) e TV Mirante (afiliada da Rede Globo), José Ferreira de Sousa “Ferreirinha”, 29 anos, residente no povoado Palmeiral, que assumiu ter matado a golpes de faca Jaílson Feitosa Borges, conhecida por “Melissa”, disse que manteve realmente um caso amoroso com a vítima por cerca de um ano, mas, que resolveu dar um fim no relacionamento. Ainda segundo Ferreirinha, o romance já tinha, aproximadamente, seis meses que teria chegado ao final, só que “Melissa” não aceitava a situação. Que se encontraram na noite/madrugada do dia sinistro e que “Melissa” o teria convidado para usarem drogas nas imediações do ginásio de esportes vereador Joãozinho, na Vila São João.

JOSÉ FERREIRA DE SOUSA (FERREIRINHA)

No local, o Travesti teria tentado contra a sua vida utilizando uma faca. Que na luta corporal conseguiu tomar a faca e desferiu várias facadas contra a vítima. Que cortou a mão de Melissa face a mesma ter usado a mão decepada para lhe atacar e que o crime não tem nada a ver com nenhuma facção que é trabalhador, catador de lixo e que também trabalhava no roço de juquira.

VÍTIMA

Que após o crime fugiu com destino a cidade de Pio XII-Ma. Que devida a repercussão do crime e da sua consciência pesada resolveu se apresentar no quartel de polícia daquela cidade. Um dos motivos de se entregar as autoridades teria sido para limpar o seu nome. Indagado pelo repórter se conseguiria limpar o seu nome, disse: “tem gente que faz coisa pior e se limpa. E eu só fiz isso. Não fiz nada demais”.

Na entrevista disse que fez o que a vítima teria feito contra a sua pessoa, caso tivesse concretizado o seu intento, que estaria arrependido. Ferreirinha foi recambiado para a cidade de Bacabal, onde foi ouvido pela delegada Maria Augusta, sendo autuado e encaminhado ao presidio de Piratininga, onde permanecerá a disposição da justiça.

VEJA AS REPORTAGENS:

Deixe uma resposta