TERESINA, PI: POLÍCIA CIVIL INDICIA 9 SUSPEITOS DE FURTAR GADO EM TERESINA E BACABAL. PREJUÍZO CHEGA A R$ 600 MIL. NOVAS PRISÕES PODERÃO ACONTECER A QUALQUER MOMENTO

Comentários 0

O delegado Odilo Sena, titular do 21º Distrito Policial, indiciou nove pessoas suspeitas de furtar gado na zona Rural de Teresina. Segundo as investigações, os indiciados realizaram os furtos  durante quatro anos e causaram prejuízo “terrível” a pequenos produtores da capital. 

Os indiciados são identificados como Luis Sousa das Neves, Belarmino Gomes de Oliveira Filho,João José Soares da Silva Neto,Jociane Rodrigues da Silva, Fredson Rodrigues Magalhães, Valmir Rodrigues da Silva, Alan David Morais de Araújo,Waldete José da Mota, Edson Gonçalves de Sousa. Os indiciamentos foram pelos crimes de furto qualificado, organização de criminosa e receptação qualificada. 

O delegado Odilo Sena conta que, só na zona Rural de Teresina, o grupo teria furtado gados de pelo menos 30 famílias e realizavam de um a dois furtos por semana. O prejuízo é estimado em mais de R$600 mil. 

“Eles recebiam informações privilegiadas de moradores de localidades informando onde tinha gado e agiam de madrugada quando os produtores estavam dormindo.  Eles usavam caminhões ou pequenas camionetas para transporte os gados furtados “, afirma o delegado Odilo. 

Além da zona Rural de Teresina, o grupo é suspeito de agir em outros municípios como Pau D’Arco e Altos. No Maranhão, segundo as investigações, a organização  furtava gados nas cidades de Bacabal e Caxias. 

“Eles levavam esses gados para açougue clandestino, vendiam carne em Teresina e Timon(MA) e comercializavam essa carne sem nenhum controle sanitário”, acrescenta o delegado. 

Depois que as investigações iniciaram não houve registros de furto de gados na área do 21º DP.  

Os indiciados também foram investigados pela Polícia Civil de Altos. As penas podem chegar até a 26 anos de prisão. (Fonte: cidadeverde.com).

Deixe uma resposta