BACABAL: HOMICÍDIO A GOLPES DE FACA NA VILA PEDRO BRITO

Comentários 0

Na manhã deste domingo (24), Davi Carvalho da Silva, 32anos, foi assassinado a golpes de faca na Rua Alto Brasil, Vila Pedro Brito, Bacabal. Segundo as primeiras informações, vítima e suspeito bebiam quando houve um desentendimento entre ambos. No lugar havia um som, que, inclusive, a polícia militar já teria ido ao local por causa da perturbação do sossego. Após o entrave o suspeito teria saído e retornado em uma moto munido de uma faca. Segundo testemunhas teria havido uma briga entre os dois, momento em que o suspeito teria aplicado uma profunda facada em Davi que morreu no local. Pessoas teriam afirmado a PM que o acusado teria saído ferido e sangrando bastante.

DAVI CARVALHO DA SILVA (VÍTIMA)

O repórter e verdadeiro ancora da televisão bacabalense conversou com o pai da vítima que relatou que todos eram vizinhos. Que não havia rixa entre o suspeito que foi identificado como márcio e o seu filho, e sim uma querela entre a vítima e um primo do homicida e que no seu modo de entender, Marcos poderia ter tomado as dores do primo e praticado o tal ato. Que Davi era uma pessoa muito brincalhona.

A polícia militar deu continuidade as incursões, até porque o suspeito teria sido ferido e estaria sangrando muito.  Diante dos fatos os policiais começaram a seguir as marcas de sangue deixadas no caminho, pegadas que os levaram até a um outro quarteirão na entrada de duma casa.

MARCOS DA SILVA OLIVEIRA (SUSPEITO)

Os policiais estranharam as marcas de sangue terem sido cessadas na porta de entrada da casa e desconfiaram que dentro da residência havia indícios que a mesma teria sido limpa e lavada naquele perímetro. Com a permissão da proprietária adentraram a residência e ao abrirem a porta que dá acesso ao quintal se depararam com uma poça de sangue.

Após algumas buscas encontraram Marcos dos Santos Oliveira no final do quintal debaixo de alguns sacos de carvão, onde recebeu voz de prisão e foi encaminhado ao hospital para tratamento de algumas lesões e ato contínuo apresentado a autoridade competente para os tramites que o caso requer. A faca utilizada para o cometimento do homicídio não foi localizada.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

Deixe uma resposta