MAIS DUAS BOCAS DE FUMO FORAM ESTOURADAS POR POLICIAIS MILITARES DO 15º BPM (BACABAL – MA).

Comentários 0

O Comando do 15º BPM da cidade de Bacabal, que tem a frente o Tenente-coronel PM Duarte, aperta o cerco a traficantes de toda a sua área. Diuturnamente blitz, abordagens e incursões estão sendo feitas e os resultados estão às claras, dezenas de traficantes presos e muita droga apreendida. Só no último sábado (11), duas bocas de fumo foram estouradas. Uma na sede e outra na zona rural de Bacabal. A primeira foi por volta das 15 horas no povoado Alto Alegre do Acelino, através do Serviço de Inteligência que após várias denúncias e averiguações que já eram feitas na localidade, uma guarnição se deslocou ao local com o objetivo de afugentar o uso e o tráfico de drogas no povoado.

ALTO ALEGRE DO ACELINO

No local observaram a saída de uma pessoa que ao ser abordada pelos policiais foi identificado como Maycon, 23 anos, sendo encontrado com este 20 (vinte) petecas de uma substancia semelhante a Tof e 06 (seis) embalagens com substancia análoga a cocaína. Questionado, disse aos policiais militares que vendia entorpecentes para o casal “Alderino, 34, e Simone, 33 anos) e que Alderino teria se deslocado até a cidade de Bacabal para comprar entorpecentes para revenda. Maycon também é suspeito do cometimento de um homicídio na cidade de São Luís – MA.

Já na residência do casal foram encontrados: sêda para maconha; 01 (uma) pequena porção de substância semelhante a maconha; 01 (uma) balança de precisão; documentos pessoais; R$ 17,00 reais em cédulas; 25,00 reais em moedas; 03 (três) celulares; 01 (um) coldre; 01 (uma) chave; 01 (uma) tesoura; 01 (um) capacete; 03 (três) pen drives; 01 (um) mochila verde e 01 (uma) motocicleta.

Mais droga apreendida – Já na Vila São João houve mais apreensão de drogas. Dando continuidade ao trabalho de combate ao uso e tráfico de drogas, o Serviço de Inteligência abordou por volta das 17h00, uma pessoa que estava de posse de aproximadamente 50 gramas de uma substancia análoga a maconha. Questionada disse ter comprado a suposta droga em um bar de propriedade de duas pessoas identificadas por Antonio Filho e Natiele e que o casal já teria sido preso pela mesma prática delituosa.

VILA SÃO JOÃO

De posse das informações a PM foi até o endereço. No local e percebendo a presença policial Antonio Filho tentou se evadir, se desfazendo de uma balança de precisão e aproximadamente R$ 500 reais que teria escondido dentro de uma parede. Que foi questionado e teria confessado a venda de 50 gramas para a pessoa abordada e que vendia entorpecentes há dois anos.

Após algumas buscas os policiais localizaram enterrado em um terreno nas proximidades da residência e dentro de um balde, um tablete de uma substancia que aparenta ser maconha, pesando aproximadamente 500g (meio quilo), e que teria comprado a barra de droga por R$ 3.000 mil reais.

Todos os suspeitos e material apreendido foram apresentados na delegacia de polícia civil para os trâmites que o caso requer.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

Deixe uma resposta