MARANHÃO FICA ATRÁS APENAS DO RIO DE JANEIRO EM NÚMERO CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA POLÍTICOS

Comentários 0

Segundo o levantamento de organizações não-governamentais, a maioria dos atentatos e assassinatos ocorrem no interior do estado.

Pelo menos 11 casos de violência contra políticos foram registrados no Maranhão entre janeiro de 2016 a 1º de setembro de 2020, de acordo com dados das organizações não-governamentais Terra de Direitos e Justiça Global.

Mostrada nesse domingo (25), pelo Fantástico, na TV Globo, a pesquisa aponta que foram mapeados em todo o país 327 casos de violência contra políticos eleitos, candidatos e pré-candidatos, entre ameaças, agressões e ofensas.

MARANHÃO FICA ATRÁS SÓ DO RIO DE JANEIRO EM NÚMERO CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA POLÍTICOS — FOTO: REPRODUÇÃO/TERRA DE DIREITOS E JUSTIÇA SOCIAL

Esse índice coloca o Maranhão entre os Estados do Brasil com maior número de casos de violência contra políticos. Nesse mesmo período, o Nordeste registrou 55 casos. No panorama geral, o Maranhão “empatou” com o Ceará, Minas Gerais e Pará no número de casos e só ficou atrás apenas do Rio de Janeiro, que registrou 18 casos.

Segundo o estudo, “83% dos atentados e assassinatos aconteceram em cidades do interior dos Estados”. Quando se verifica as localidades onde foi registrado mais de um crime dessa natureza, o Maranhão também se destaca no mapa, com Governador Nunes Freire.

Um dado alarmante é que chega a 125 o total de assassinatos e atentados contra políticos em 24 estados do Brasil. Este tipo de crime contra políticos triplicou de 2016 para 2019.(G1MA).

Deixe uma resposta