VEREADORA NATÁLIA DUDA DIVULGA CARTA ABERTA E LAMENTA ESTAR SENDO VÍTIMA DE VIOLÊNCIA

Comentários 0

Da assessoria – A vereadora Natália Duda (MDB) candidata à reeleição, distribuiu hoje para a imprensa e publicou em suas redes sociais uma carta aberta onde denuncia estar sendo vítima de violência e conclama a população para a manifestação desta segunda-feira, em defesa do direito das mulheres de Bacabal.

Nos últimos dias, por mais de uma vez, foi registrado a divulgação de fake news envolvendo o nome da vereadora emedebista. Para a vereadora Duda é uma ação que busca denegrir a imagem das mulheres em especial a imagem dela. “O que eu tenho sofrido é uma violência cruel creio que somente pelo fato de eu querer continuar representando o povo da nossa cidade. É uma violência que parte das pessoas que não toleram ver as mulheres em posição de destaque na nossa sociedade”.

Na carta divulgada nesta manhã, a vereadora Duda conclama as pessoas para participarem do evento que será realizado hoje, promovido pela coligação encabeçada pelo prefeito Edvan Brandão e pela vice-prefeita Graciete Lisboa. O evento será uma caminhada pelas ruas de Bacabal, com início previsto para as 15 horas.

Leia a íntegra carta aberta

Cidadão e cidadã bacabalense;

Hoje é um dia muito importante para a história do  nosso município. Hoje será realizada uma manifestação cujo objetivo é destacar os direitos da mulher. A sociedade precisa falar disso. E falaremos.

A partir das 15h será realizada uma caminhada promovida pela coligação “Quem Ama, trabalha”, encabeçada pelo prefeito Edvan Brandão e pela vice-prefeita Graciete Trabulsi.

Eu estarei lá, principalmente para emprestar a minha voz às mulheres que são violentadas das mais diversas formas todos os dias. Eu sou uma dessas mulheres. Desde que começou a campanha eleitoral tenho sofrido severos e infundados ataques á minha honra. Algumas pessoas que divulgaram fake news já foram identificadas e estão respondendo judicialmente. Os mandantes também responderão.

As fake News buscam macular a imagem de uma mulher de origem pobre, nascida na Trezidela, às margens do Rio Mearim. Aquela menina pobre cresceu. Se  tornou representante do seu povo.

Hoje estou em campanha para exercer o meu terceiro mandato de vereadora. Isso incomoda aos machistas, àqueles que buscam macular a minha imagem.  

Eu não sou a única. Várias mulheres sofrem a cada dia com a violência física, violência de gênero, violência econômica ou financeira, violência institucional, violência psicológica, violência sexual, violência doméstica, violência moral.

Precisamos dar um basta nisso. Boa parte da classe política tem me procurado para manifestar a indignação pelos ataques que tenho sofrido. É preciso que todos nós nos indignemos com esse tipo de covardia contra uma mulher que representa o povo deste município. 

A manifestação de hoje serve para esclarecer as mulheres. Serve para mostrar que estamos atentos a esse problema e que a nossa luta não cessa, nem a minha, nem a da Graciete Trabulsi, nem a do prefeito Edvan Brandão ao lado da sua esposa Neidinha Brandão.

Na tarde deste dia 26, vamos nos juntar e gritar contra qualquer tentativa de tolher o direito das mulheres.

Natália Duda – Vereadora

 

Deixe uma resposta