Vítimas estavam paradas em um posto de combustível quando foram abordadas pelo grupo criminoso, formado por seis a oito homens.

De acordo com a Polícia Militar, as vítimas estavam paradas em um posto de combustível quando foram abordadas pelo grupo criminoso, formado por seis a oito homens. Os motoristas foram sequestrados, amarrados e levados, junto com as duas carretas que conduziam, para a MA-371.

Em seguida, a quadrilha roubou 36 pneus de uma das carretas que possuía 11 rodas, além de três cheques avaliados em R$ 9.400 e R$ 8 mil em espécie.

Depois da ação criminosa, os motoristas conseguiram se libertar e procuraram a polícia. De acordo com eles, os homens estavam em uma picape e um caminhão furgão, onde foram colocados os pneus. A quadrilha também utilizava, segundo as vítimas, equipamentos de borracharia para retirar os pneus com mais rapidez.

A polícia fez buscas na região para tentar localizar os criminosos, mas, até a última atualização desta reportagem, eles não foram presos. Há informações de que a quadrilha especializada em roubo de pneus de carreta também atua nos estados do Piauí e Tocantins. (G1MA).

Deixe uma resposta