Browsing: André

Duas pessoas foram apresentadas na 16ª Delegacia de Polícia Civil de Bacabal, por uma equipe do Cosar (Comando de Operações e Sobrevivência em Área Rural) do 15º BPM. A dupla foi abordada por volta das 19h00, do dia 9, no povoado Santo Antônio, município de São Luís Gonzaga do Maranhão. A dupla conduzia um veículo Strada, de cor branca. Na ocasião foi realizada busca pessoal e logo após uma vistoria no veículo, na ação realizada foi encontrado um revólver, calibre .38mm.

As abordagens têm se intensificado em toda a área do 15º BPM, especialmente nas MAs que ligam importantes cidades, onde motocicletas estão sendo recuperadas, armas de fogo apreendidas e traficantes presos.

“O policiamento estará diuturnamente nas ruas, patrulhando, fazendo incursões e abordagens em cumprimento a nossa missão constitucional”, disse o comandante do Batalhão, Major PM Berrêdo.

A arma e os conduzidos foram entregues na 16 DRPC em Bacabal sem lesões para as providências cabíveis.

Foi realizada na tarde da última segunda-feira (11), no templo da Assembleia de Deus do povoado Santa Luzia, Lago Verde MA, uma palestra sobre drogas, comportamento escolar e autoridade dos pais.  O público foi de aproximadamente 80 alunos da Unidade Integrada Elisa Coquinho.

A palestra foi ministrada pelo Sargento PM Ivanildo e contou com as presenças da diretora da escola, Sra. Irismar, a secretária de educação, Sra. Elizabeth, Pastor da Igreja Sr. Gilson e as conselheiras tutelares Rosimary e  Aurecy.

Na ocasião foi debatido os malefícios que as drogas causam tanto as lícitas como as ilícitas, da importância do respeito e obediência aos pais e da importância dos estudos na transformação do cidadão.

Por Neto Ferreira – Após solicitação da Promotoria da 47ª Zona Eleitoral, foi determinada, em 1º de outubro, a inelegibilidade, por oito anos, do vereador Leonardo Martins Pereira (mais conhecido como Serra Alta), de São José de Ribamar, por abuso de poder econômico e político, além de captação ilícita de sufrágio durante a campanha de 2020. Pereira também está obrigado a pagar multa de R$ 4.863,30.

Proferida pela juíza eleitoral Samira Barros Heluy, a determinação judicial atende a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) e Representação ajuizadas, em dezembro de 2020, pela titular da Promotoria, Bianka Sekeff Sallem Rocha.

As manifestações ministeriais são baseadas na comprovação de retenção de títulos de eleitor, em troca de pagamento de R$ 50. Votos no então candidato também eram trocados pelo favorecimento na marcação de consultas e procedimentos junto ao Sistema Único de Saúde (SUS).

LEI MÁRIA

Durante a operação Lei Mária, realizada pela Polícia Federal, em novembro de 2020, foram encontrados na residência do vereador materiais de campanha, cópias de documentos de identificação e cartões do SUS, além de gêneros alimentícios usados para pagamento da compra de votos.

Também foi apreendida lista intitulada “Relatório de Liderança – 2020”, com nomes, telefones e endereços de eleitores recrutados, para controle da quantidade de votos comprados. Outra prova foi a grande quantidade de alimentos não perecíveis encontrada. Para a Promotoria Eleitoral, os produtos, acondicionados em período eleitoral, comprovam utilização destes para compra de votos e exibição de poder econômico.

“Cartões do SUS dos eleitores mostram troca de votos por consultas e exames na rede pública municipal, facilitadas pela abertura que Leonardo Pereira tinha para marcação de procedimentos que, em regra, não dependem de troca ou permuta entre eleitor e candidato”, argumentou a promotora eleitoral, nas manifestações.

Durante a ação da Polícia Federal, também foi revistada uma residência declarada por Leonardo Pereira no Pedido de Registro de Candidatura, cujos proprietários afirmaram não conhecê-lo.

Na casa de um cabo eleitoral do vereador – também registrada no mesmo documento – foram apreendidas listas intituladas “Formulário de Marcação de Consulta”, com nomes e respectivos dados de 64 eleitores.

Outro cadastro encontrado na residência de Costa reforça abuso de poder político. Para Bianka Rocha, como vereador, exercendo mandato e sendo aliado do atual prefeito, Leonardo Pereira tem contatos na administração pública, em especial, junto à Secretaria Municipal de Saúde, facilitando marcação de procedimentos médicos, que não deveria ser condicionada a favores políticos.

“Isto coloca o candidato em vantagem em relação aos demais que não têm acesso à máquina pública, que trabalhou a seu favor enquanto deveria marcar consultas a todos os cidadãos, indiscriminadamente”, explica.

Em posse de outro cabo eleitoral do vereador, foi encontrado caderno com informações de diversos eleitores, nomes e números dos respectivos títulos.

Na residência de uma aliada ao vereador, foram apreendidas 21 listas com nomes, números de títulos eleitorais e endereços de diversos moradores do município. Ela confirmou que trabalhou na campanha de Leonardo Pereira e confessou que intermediou compra de votos de eleitores em troca de dinheiro ou marcação de consultas, exames e cirurgias, corroborando provas de captação ilícita de sufrágio e abuso de poder político.

Por meio de prints do aplicativo Whatsapp, obtidos do celular dela, foi identificado o modus operandi do vereador e cabos eleitorais, que consistia no pagamento de R$ 100 para eleitores que votassem nele e recrutassem outros eleitores. Chamadas de “Líderes de Grupo”, elas eram responsáveis por recrutar outros 10 eleitores, que recebiam R$ 50 individuais.

O comando do 15º BPM tem intensificado as abordagens em toda a área do Batalhão, onde várias armas de fogo já foram tiradas de circulação. Na última quarta-feira, 01 (uma) pistola, PT 938, calibre .380, de nº  KCX66595, com dois carregadores e três munições intactas. Os policiais militares faziam rondas pelo Bairro, Coelho Dias quando se depararam com um veículo, Cruze, vidro fumê em atitude suspeita. No veículo haviam três ocupantes. Na revista veicular foi encontrada a arma supracitada.

Também em Bacabal, Policiais Militares do 15º BPM foram informados  via Central de Operações (Copom), que na Travessa Bacabal, Vila Santos Dumont, estaria havendo um atrito e que uma pessoa estava de posse de uma arma de fogo. No local a guarnição com informações dos  trajes e compleições físicas abordou um homem que ao perceber a presença da PM jogou um invólucro dentro de uma residência que ao ser verificado, foi constatado ser 01 (um)revólver calibre .38mm.

“Nossas equipes não darão trégua à marginalidade. Estaremos atentos diuturnamente para darmos àquela sensação de segurança a população maranhense”, disse o Major PM Berrêdo, comandante do 15º BPM.

Mais uma motocicleta foi recuperada por policiais militares do 15º BPM. O fato ocorreu por volta das 15h10, de quinta-feira (7), precisamente no povoado Santa Cruz, zona rural do município de Conceição do Lago Açu-MA. Os policiais faziam abordagens quando foi encontrado um homem que estava sem documentos pessoais e da motocicleta que pilotava.

Ao ser consultada a placa, seria da cidade de Timon, porém, na consulta feita pelo chassi, a motocicleta teria sido emplacada no município de Codó –Ma. Nas duas consultas foi constatada ocorrência de furto/roubo.

O condutor do veículo não soube explicar os motivos das divergências, sendo apresentado, juntamente com a motocicleta na 16ª Delegacia Regional de Polícia Civil para os trâmites que o caso requer.

Ação criminosa aconteceu na tarde dessa segunda-feira (4) no trecho entre a BR-316 e a cidade de Amapá do Maranhão; Quantia levada pelos criminosos não foi divulgada.

Cinco homens armados com fuzis, que ainda não foram identificados, atacaram na tarde dessa segunda-feira (4) um carro-forte na MA-206, no trecho entre a BR-316 e a cidade de Amapá do Maranhão, que fica a cerca de 287 km de São Luís.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), cinco homens armados com fuzis interceptaram o carro-forte, dominaram os seguranças e o motorista e explodiram o veículo. Eles levaram todo o dinheiro, que era transportado para agências bancárias da região de cinco cidades daquela região.

De acordo com a PM, os cinco suspeitos estavam usando uma picape no momento da ação criminosa. Houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido. Após roubarem o carro-forte, os homens fugiram em uma picape. A quantia levada pelos criminosos não foi divulgada.

A Polícia Militar informou que durante a noite dessa segunda o veículo utilizado no crime foi encontrado incendiado à beira do Rio Gurupi. A principal hipótese da polícia é de que os bandidos tenham fugido de barco após destruir o carro. O caso está sendo investigado. (G1MA).

O limite de R$ 1 mil nas transferências entre 20h e 6h realizadas por meio do Pix entrou em vigor a zero hora desta segunda-feira (4). A medida é a primeira a começar a valer de um pacote de ações aprovadas pelo Banco Central (BC), para prevenção de fraudes na prestação de serviços de pagamento. As demais mudanças do Pix passam a vigorar em 16 de novembro.

As regras para aumentar a segurança dos serviços de pagamento vêm após o crescimento de roubos de celular e de sequestros-relâmpagos. O limite de transferências noturnas poderá ser alterado a pedido do cliente, formalizado nos canais de atendimento eletrônicos, porém a instituição deverá estabelecer prazo mínimo de 24 horas para a efetivação do aumento.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) afirma que os usuários dos serviços de pagamento já podem solicitar ajuste nos limites de transferência para adequar às suas necessidades. “Para isso, basta verificar e configurar em seu aplicativo bancário no celular ou no internet banking o limite disponível para suas transações e pagamentos e escolher os valores mais adequados para suas transações financeiras do dia a dia”, orienta.

Segundo a instituição, os bancos iniciaram a preparação para adotar os procedimentos e controles nos serviços de pagamentos. “Essas medidas são fruto do debate constante com a autoridade monetária para aprimoramentos das regulações dos meios de pagamento. Medidas adicionais de segurança podem e serão sugeridas ao BC caso sejam necessárias”, avalia a federação.

Nesta fase, devem se recadastrar os nascidos nos meses de abril, maio, junho e julho; Prazo vai até o dia 4 de novembro e o recadastramento deve ser feito por meio de uma plataforma online.

Começa nesta segunda-feira (4), a 2ª etapa do recadastramento de servidores aposentados, reformados e pensionistas estaduais. Nesta fase, devem se recadastrar os nascidos nos meses de abril, maio, junho e julho. O prazo vai até o dia 4 de novembro e o recadastramento deve ser feito por meio de uma plataforma online, que está disponível no site do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado do Maranhão (Iprev).

Até o momento, cerca de quatro mil aposentados do primeiro grupo, que contempla os nascidos nos meses de janeiro, fevereiro e março, já atualizaram suas informações junto ao Iprev. Para esse grupo, o prazo vai até o dia 20 de outubro.

Plataforma

A realização do recadastramento pela internet tem o objetivo de preservar a saúde dos aposentados, evitando aglomerações em postos de atendimento; e garante também mais comodidade, uma vez que não é preciso sair de casa para atualizar as informações.

Para se recadastrar, é preciso preencher os formulários disponíveis no sistema e anexar os documentos solicitados. É preciso enviar a versão digitalizada de um documento de identificação com foto. Se o documento escolhido for a carteira de identidade, é preciso enviar a frente e o verso do documento. O aposentado ou pensionista deverá enviar, ainda, um comprovante de endereço, emitido há no máximo três meses.

Por fim, será solicitada ainda uma foto do aposentado. Essa foto deve ter sido tirada há no máximo 15 dias. Na foto, o aposentado deverá estar segurando uma folha de papel, contendo o número do CPF e a data em que a foto foi tirada. Somando as duas etapas, cerca de 25 mil aposentados deverão se recadastrar até o dia 04 de novembro. No total, o Estado atende, hoje, a mais de 47 mil beneficiários da previdência estadual. (G1MA).

1 2 3 4 488