Browsing: André

FOTO: ILUSTRATIVA

Dois bandidos armados com faca e uma arma de fogo que aparenta ser um pistola, tomaram de assalto na manhã desta terça-feira (15), um caminhão que transporta ovos para toda a região do Médio Mearim.  O fato aconteceu no Bairro, Trizidela, em Bacabal, precisamente às 07h10, quando os dois funcionários da empresa foram surpreendidos pelos assaltantes.

Armados, os bandidos exigiam dinheiro. Depois de vasculharem praticamente toda a boleia do veículo, acabaram por levar a importância de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), que já era o apurado das entregas e mais um celular, modelo, Iphone.

Após o assalto os meliantes fugiram em uma moto, Yamaha, tomando rumo ignorado. A polícia militar esteve no local, colheu algumas informações, fez várias rondas pelo bairro e adjacências, porém, sem êxito.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

A dupla de assaltantes que usa arma longa voltou a atacar na madrugada desta terça-feira (15). Segundo informações do senhor Vicente que estava na recepção do motel Mangueirão a dupla chegou em uma moto e pediu um apartamento. Quando o recepcionista abriu o portão foi imediatamente rendido.

Na mira de uma arma longa, Vicente foi obrigado a levar a dupla até o interior da recepção. Os assaltantes fizeram o raspa e ainda levaram o celular e o relógio da vítima.

Pelas características descritas, moto e arma longa é bem provável que seja a mesma dupla que teria assaltado minutos antes um caminhoneiro, também, na Br-316.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

É pela educação que se transforma a vida e essa crença me faz tirar o chapeu para professores e professoras de todos os lugares, com atenção toda especial aos da terra da bacaba.

Professor (a), vou chamá-lo (a) educador(a), compreendendo o que nos ensina Madalena Freire em seu livra Educador: Educa a Dor. Educa-se a dor que não deixa de doer, sublima-se a dor para se entender ou se descobrir os seus porquês.

Há uma geração deixando o chão da escola amparada no seu direito a aposentadoria, enquanto uma nova geração dentro ou fora das salas de aula vive a incerteza se vai poder se aposentar.

A efetivação de uma base nacional comum curricular que se posta nas mídias exige uma nova postura dos professores que saem da escola e, principalmente, dos professores que nela permanecerão.

Os tempos e suas mudanças exigem um perfil de professor leitor inveterado, um sujeito antenado com a informação que se propaga em tempo real e se modifica em tempo recorde, veiculada, geralmente, através de tecnologias praticamente descartáveis.

É importante que o(a) professor (a) se revele plural para que o aluno o encontre nos itinerários formativos: professor construtor, atualizador da proposta pedagógica da escola; o professor cooperador capaz de contribuir na transdisciplinaridade; o professor inovador dedicado a formação integral do aluno; o professor tecnológico dedicado aos processos criativos e a investigação científica.

É importante que respondamos com formação individual e consciência coletiva por que a profissão-vocação professor é tão instigante e tem se tornado tão desafiadora?

Estamos em crisis! Sim. Em sua origem em latim: momento decisivo. É para esse momento que a educação pública nos chama.

Liduina Tavares – professora da Educação Básica.

O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro. Mas poucos sabem como e quando surgiu este costume no Brasil.

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima – caso tivesse sido cumprida.

Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor.

Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. O longo período letivo do segundo semestre ia de 01 de junho a 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil.

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: “Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”.

Fontes:
Site www.diadoprofessor.com.br
Site www.unigente.com

Um caminhoneiro identificado por Silvio Picua foi assaltado na noite desta segunda-feira (14), quando estava estacionado à margem da Br-316, nas proximidades de um posto de gasolina na cidade de Bacabal-MA. Segundo a vítima em um momento de distração foi abordado por um desconhecido que exibia uma arma longa, provavelmente, uma calibre .12mm. Fato ocorrido por volta das 22h20.

O assaltante exigia dinheiro e sem perder tempo vasculhou os bolsos de Silvio, encontrando apenas a importância de R$ 5,00 reais.  Silvio disse ainda que o seu caminhão está abastecido com carne bovina e que fará a entrega a uma empresa de Bacabal.

Inconformado com a quantia irrisória que não daria nem para pagar a munição que gastou para intimidar a vítima, disse que queria o caminhão. A vítima alarmou e entrou rapidamente em seu carro, enquanto o assaltante tentou entrar pela porta do passageiro, mas, que foi travada rapidamente pelo proprietário.

Diante do insucesso e do alarme dado fugiu do local. Outros caminhoneiros informaram que um indivíduo em uma moto estacionada nas proximidades dava apoio a ação criminosa.

A polícia militar foi ao local, colheu algumas informações e continua as buscas com o objetivo de localizar os infratores.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

O aposentado Herculano Mendes Cardoso, de 66 anos, natural de Bacabal no estado do Maranhão (MA), foi sepultado na tarde do último sábado (12) na cidade de Manaus-AM. O mesmo foi vítima de latrocino (roubo seguido de morte), por volta as 17h40, da sexta-feira (11), quando estava sentado na porta da sua casa, a rua das Mangueiras (antiga rua 17), no loteamento Agnus Dei, bairro Santa Etelvina. Herculano reagiu a um assalto para defender a filha. Dois homens em um carro Gol, de cor branca e placas não identificadas, levaram o celular da filha da vítima.

Herculano Mendes Cardoso nasceu no Bairro Trizidela em Bacabal e há vinte anos residia em Manaus. Tinha 13 filhos, dos quais quatro moram em Manaus e o restante estão espalhados por várias partes do Brasil.

Herculano completaria 67 anos no próximo dia 28 de novembro.

O crime foi registrado como latrocínio na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). As investigações em torno do caso serão atribuídas à equipe da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), mas, até o presente momento as investigações não avançaram.

O repórter e âncora Romário Alves conversou com Elivelton Cardoso, sobrinho da vítima que reside na Cohab II, em Bacabal.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

No começo da noite desta segunda-feira (14), dois indivíduos em uma moto, Pop, armados com revólver, assaltaram um comercio que fica na rua Sargento Maurício, Bacabal. A dupla chegou demonstrando violência. O garupa já desceu de arma em punho, muito nervoso e exigindo dinheiro.

SÓ DEIXARAM AS MOEDAS

Segundo o proprietário do comércio o meliante que estava com o revólver, lhe ameaçou, chegando a disparar o gatilho que por sorte bateu catolé. A dupla levou mais de mil reais que estava no cofre e fugiu sentido o bairro Setúbal. Segundo o proprietário os dois são morenos.

Há informações que a moto Pop, utilizada no assalto foi tomada de assalto na Avenida 1, da Cohab I, Bacabal.

Qualquer informação sobre o mesmo pode ser repassada para a Central de Operações do 15º BPM, através do celular/whatsapp: (99) 9 8262-3523. A sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

1 2 3 4 5 346