Por volta das 22 horas, no Bairro Terra do Sol I, em Bacabal, mais uma vez o SI após levantamentos apreendeu 19 (dezenove) papelotes de uma substância aparentando ser cocaína; 04 (quatro) relógios cor dourado; 05 (cinco) anéis cor dourado; 05 (cinco) cordões cor dourado; 01 (uma) pulseira cor dourada; 01 (um) celular samsung cor rosa; 01 (um) celular samsung dourado; R$ 914,00(novecentos e quatorze reais) em cédulas variadas; 01 (uma) porção de uma substância aparentando ser cocaína; R$ 72,00 (setenta e dois reais) em moedas variadas e 01 (uma) tesoura cor preta. Todo esse material foi encontrado em posse da senhora Maria Barroso, de 54 anos.

Os policiais foram informados que a droga estaria escondida em suas roupas intimas. Na localidade funciona um bar. Na revista pessoa foi encontrada com esta cinco papelotes de uma substancia análoga a cocaína. Perguntada sobre o ressaltante da droga, teria informado que estaria disse que estaria nos bolsos de uma calça estendida em um varal no quintal da sua residência.

Disse ainda a conduzida que comprava os entorpecentes das mãos de uma pessoa delatada como Cleitinho, que mora nas proximidades e não foi localizado. Disse que vende drogas há aproximadamente um ano.

Mais uma boca – Após levantamentos do Serviço de Inteligência do 15º BPM da cidade de Bacabal, por volta das 17h50, de sexta-feira (31), os policiais militares foram até uma residência localizada no Bairro Novo Bacabal, onde uma pessoa estaria comercializando entorpecentes. Com a presença policial a pessoa que teria sido identificada por Valdemir de Sousa, conhecida por “Michele” fugiu deixando para trás R$ 73,00 (setenta e três reais) em espécie, 20 (vinte) papelotes de uma substancia análoga a maconha e 25 (vinte e cinco) papelotes (Tof).

A polícia militar fez buscas por toda a área com o objetivo de localizar Michele, mas, sem êxito.

Arma apreendida – Policiais Militares do 15º BPM através de uma guarnição da Força Tática, apreendeu na madrugada de sábado (1), por volta de 01h45, um revólver, calibre .38mm, com numeração suprimida e cinco munições intactas. Fato ocorrido na Travessa Teixeira de Freitas, no Centro da cidade. O infrator de nome Francisco foi apresentado a autoridade competente para os tramites que o caso requer.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

O prefeito do Município de São Raimundo do Doca Bezerra, Séliton Miranda (PDT), que havia testado positivo para o novo coronavírus no último dia 23, apresentou graves sintomas da doença e encontra-se internado.

De acordo com informações de pessoas próximas a ele, o estado de saúde do prefeito que encontra-se na UTI do Hospital São Domingos em São Luís, é estável.

Ao descobrir a doença Séliton disse: “sou mais um prefeito vítima desse vírus maldito. Testei positivo, deu início de pneumonia, mas estou bem, graças a Deus.”

O Blog torce pela recuperação do prefeito de São Raimundo do Doca Bezerra. (Por Minard).

Após levantamentos do Serviço de Inteligência do 15º BPM da cidade de Bacabal, foi apresentado na delegacia de Polícia Civil, por volta das 16h50, de terça-feira (28),  Antonio Moura, residente no Bairro Novo Bacabal. Na residência destes 03 (três) envelopes contendo uma substancia análoga a maconha, além de sacos plásticos e 01 (um) tablete multilaser foram encontrados. Os policiais foram até ao local averiguar denuncia de que uma pessoa de nome Jackson estaria comercializando drogas na localidade e que o entorpecente estaria escondido na casa do conduzido, sendo feita, primeiramente uma abordagem na casa de Jackson que conseguiu se evadir do local.

Ato continuo  foi feita a revista na casa de Antonio Moura, onde foi encontrada a droga supracitada, onde teria confessado  ter recebido de Jackson na ultima sexta-feira (24), um tablete de aproximadamente 01kg de maconha. Que o pagamento que recebia para guardar os entorpecentes era apenas maconha para o seu uso pessoal.

O comando do 15º BPM que tem a frente o Tenente-coronel PM Duarte tem intensificado em toda a sua área o combate ao uso e trafico de drogas, onde vários traficantes já foram tirados de circulação e boa quantidade de droga apreendida.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

Em atualização

O delegado de Polícia Civil, Dr. Carlos Renato Oliveira de Azevedo, 49 anos, titular da 16ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Bacabal, se envolveu em um acidente automobilístico por volta das 15h40, quando retornava da capital do Estado. O acidente aconteceu nas imediações do povoado Barbatana, município de Miranda do Norte na BR – 135. Carlos Renato dirigia um carro, tipo, Honda Civic, de placas FAC 4364 estava em companhia de outra pessoa.  O outro carro envolvido no acidente foi S-10, de cor branca, sem placas, conduzida por uma pessoa identificada por Raimundo Quaresma, de 39 anos.  Segundo informações o carro dirigido pelo delegado teria sido fechado pela caminhonete.

As vitimas foram atendidas por uma ambulância da cidade de Miranda do Norte. A pessoa que estava no carro com o delegado e o motorista da S-10, sofreram escoriações. Já o delegado Carlos Renato foi transferido pelo helicóptero do CTA (Centro Tático Aéreo) para a capital do estado,  reclamava de dores no tórax e costas, onde passou por exames especializados e não corre risco de morte.

A polícia militar foi acionada e esteve no local, juntamente com a PRF, uma pistola, Taurus, modelo 840, calibre. 40 mm, de nº SHO 14197, com carregador e 12 munições intactas, cautelada para o delegado foi recolhida e apresentada na delegacia de polícia civil de Miranda do Norte.

Um dos filhos do delegado acompanha todo o procedimento, sendo esperada por toda a manhã de hoje (29), a chegada da sua esposa, proveniente do estado do Rio de Janeiro, de onde Carlos Renato é natural.

A qualquer momento mais informações.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

Por Domingos Costa – O advogado Hamilton Nogueira Aragão, mais conhecido como Miltinho (PSB), prefeito de São Mateus, decidiu pedir licença de três meses do comando do município. Em seu lugar, assumiu o vice-prefeito Ivo Resende que é seu sobrinho e será o candidato do tio à sucessão municipal nestas eleições.

A saída de Miltinho da prefeitura ocorre exatamente após ele e mais quatro de seus secretários serem denunciados pelo escândalo de R$ 33 milhões de uma Ação Civil de Improbidade Administrativa, assinada pela Promotora Alessandra Darub Alves, processo este protocolado no dia 19 de março deste ano na Justiça.

Miltinho e seus secretariados foram denunciados por dano aos cofres públicos, conforme os link abaixo.

De acordo com a Ação, Miltinho e seus comparsas fraudaram nove contratos e outros oito diferentes aditivos com a CTSLZ – Cooperativa de Trabalho e Prestação de Serviço, no qual o objetivo foi a contratação de mão de obra terceirizada em diversas secretarias da gestão são-mateuense, que serviu para o prefeito empregar aliados e cabos eleitorais em vez de realizar Concurso Público.

Coopmar 

O prefeito agora licenciado de São Mateus, não pagou quantia milionária apenas para a CTSLZ, a gestão Miltinho Aragão também transferiu R$ 3,3 milhões para a Coopmar (Cooperativa Maranhense de Trabalho e Prestação de Serviços), outra envolvida em casos de corrupção e que já teve seus cooperados-cabeças presos.

No comando do município de São Mateus do Maranhão desde 2013, Aragão manteve contratos com a Coopmar. Ao todo, entre os exercícios financeiros de 2014 e 2016, foram desembolsados dos cofres públicos na gestão do socialista exatos R$ 3.318.440,36 para a cooperativa, por suposta prestação de serviços de terceirização de manutenção e apoio administrativo.

Do montante, maior parte dos repasses ocorreu em 2015, quando R$ 1.977.832,90 saíram dos cofres de São Mateus para a conta bancária da Coopmar. O segundo ano de maior faturamento foi em 2014, R$ 1.246.668,90. Em 2016, foram R$ 93.938,56.

Naquele último ano, a Coopmar recebeu a visita da força-tarefa formada pela PF (Polícia Federal), Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas) e Seccor (Superintendência Estadual de Prevenção e Combate a Corrupção), durante a deflagração da 1ª fase da Operação Cooperari, sob suspeita de desvio de dinheiro público da prefeitura de Paço do Lumiar. Houve ainda uma segunda visita no ano passado, quando os cooperados-cabeças foram presos.


No Brasil, a média de aumento foi de 18,7%. O aumento coincide com a autorização nacional para que divórcios possam ser feitos de forma remota.

O número de divórcios consensuais realizados pelos cartórios de notas do Maranhão, durante a quarentena decretada pela pandemia do novo coronavírus, entre os meses de maio e junho deste ano, aumentou 79%. O estado está, aliás, entre os 24 Estados do país que apresentaram maior crescimento.

No Brasil, o aumento foi de 18,7%. O aumento coincide com a autorização nacional para que divórcios, inventários, partilhas, compra e venda, doação e procurações possam ser feitos de forma remota, por videoconferência por meio da plataforma e-Notariado.

Desde maio, o Provimento nº 100, editado pela Corregedoria Nacional de Justiça, disciplinou a realização de atos à distância pelos cartórios de notas de todo o país. Desta forma, atos de divórcios consensuais e que não envolvam menores passaram a ser resolvidos de forma mais prática e rápida, sem a necessidade de deslocamentos ou encontros entre as partes, ao mesmo tempo ou em momentos distintos, utilizando inclusive o aparelho celular.

Mais dados

Em números absolutos, os divórcios consensuais passaram de 4.471 em maio para 5.306 em junho de 2020. Houve crescimento em 24 estados brasileiros, especialmente no Amazonas (133%), Piauí (122%), Pernambuco (80%), Maranhão (79%), Acre (71%) Rio de Janeiro (55%) e Bahia (50%). Segundo o levantamento, apenas três unidades federativas não viram crescimento neste período: Amapá, Mato Grosso e Rondônia.

“Muitos atos notariais, não só os divórcios, mas também as escrituras de compra e venda de imóveis, estavam represados em razão da pandemia e do isolamento social, e a autorização para a prática de atos online destravou esta barreira, fazendo com o que o fluxo dos negócios jurídicos e da formalização da vontade das partes pudesse voltar a ser feito, agora também de forma online, mas com a mesma segurança que o ato praticado presencialmente em cartório”, explica a presidente do Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal, Giselle Oliveira de Barros.

Na comparação com o mês de junho de 2019, também houve uma leve alta em nível nacional, 1,9%. Ao todo, 15 unidades da Federação registraram crescimento: Amazonas (30%), Distrito Federal (8,5%), Espírito Santo (18,4%), Goiás (33,8%), Minas Gerais (13,5%), Mato Grosso do Sul (36,1%), Mato Grosso (14,9%), Paraná (21,8%), Rondônia (31,2%), Roraima (100%), Rio Grande do Sul (7,8%), Santa Catarina (28,3%), Sergipe (40,9%), Tocantins (5,3%) e São Paulo (1,9%).

Segundo o Colégio Notorial do Brasil, por causa das restrições ou redução de horário de funcionamento online e presencial e da diminuição das equipes de atendimento no início da pandemia, nos meses de março e abril, o número de atos em cartórios caiu drasticamente.

Regras

Para realizar o divórcio em Cartório de Notas, o casal deve estar em comum acordo com a decisão e não ter pendências judiciais com filhos menores ou incapazes. O mesmo processo pode ser realizado online a partir da plataforma e-Notariado, onde o casal, em posse de um certificado digital emitido de forma gratuita no Cartório de Notas, poderá declarar expressar sua vontade em uma videoconferência conduzida pelo tabelião. Desde o dia 13 de julho, os serviços desta plataforma também estão disponíveis em aparelhos celulares. (G1MA).

Foi apresentada na 16ª Delegacia de Polícia Civil de Bacabal por policiais militares do 15º BPM da cidade de Bacabal, uma moto, Titan, preta, sem placa, bem como o seu condutor de nome Luciano, de 21 anos.  A citada motocicleta havia sido furtada há poucos minutos no centro da cidade de Bacabal, fato ocorrido na tarde do dia 26 (domingo). Os policiais militares avistaram uma pessoa que conduzia uma moto sem placa e sem capacete, sendo que o condutor desobedeceu à ordem de parada.

Os policiais fizeram o acompanhamento tático e nas imediações da Praça Santa Terezinha, este perdeu o controle da motocicleta, vindo a cair e consequentemente a sofrer algumas lesões. O infrator foi levado ao pronto socorro do município para atendimento, sendo posteriormente liberado e apresentado a autoridade competente, para os tramites legais.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

Foi morto a golpes de faca Francisco da  Silva Sousa, fato ocorrido no dia 26 (domingo), por volta das 15h30, no Bairro Rodoviária na cidade de Paulo Ramos – MA. Segundo palavras da proprietária de um bar, testemunha ocular do fato, a vítima teria quebrado uma cadeira na cabeça do suspeito conhecido por Pedro, momento em que teria sacado da cintura uma arma branca, uma faca niquelada, vindo a desferir vários golpes no corpo da vítima (tórax, braço e perna). Francisco morreu no local.

Após praticar o ato o suspeito se evadiu do local, tomando rumo ignorado.  A guarnição após colher informações sobre o acusado de ter cometido o crime, foi a casa do  mesmo e fez várias incursões pela cidade com o intuito de prende-lo, mas não teve êxito.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

1 2 3 4 5 413