Duas pessoas que foram identificadas como Francivando, 26, e Nedina, 54 anos, foram apresentadas na delegacia de polícia civil da cidade de São Mateus do Maranhão por Policiais Militares do 23º BPM, suspeitas de tráfico de drogas. A guarnição PM recebeu uma denúncia que no povoado Barro Preto, daquele município uma mulher comercializava substâncias ilícitas. No local os Pms observaram que Francivando estaria comprando algo na residência de Nedina.

Ao ser indagada, Nedina teria confirmado as suspeições, disse ainda que residia no local e que escondia a suposta droga no quintal da sua Casa, próximo a um bananal.

Que após as buscas os policiais militares encontraram 50 (cinquenta) invólucros de uma substância análoga a maconha, 02 (duas) capsulas de bala, R$ 92,00 (noventa e dois reais) em cédulas e mais R$ 26,65 (vinte e seis reais e sessenta e cinco centavos) em moedas.

Os suspeitos e todo o material foram apresentados na delegacia para os tramites que o caso requer.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

Informação foi confirmada na tarde deste domingo (29) pelo secretário de Saúde do estado. Paciente era de São Luís e estava internado em um hospital da capital maranhense.

O secretário estadual de Saúde, Carlos Eduardo Lula, confirmou no início da tarde deste domingo (29) a primeira morte pelo novo coronavírus no Maranhão. A informação foi divulgada por meio de uma rede social.

De acordo com o secretário, o paciente de 49 anos era de São Luís, tinha histórico médico de hipertensão e estava internado em um hospital da capital maranhense.

Neste domingo, também foram confirmadas as primeiras mortes por Covid-19 no Distrito FederalBahia e no Rio Grande do Norte. Até o momento, o Brasil já registra 117 mortes e mais de 4 mil infectados pelo novo coronavírus.

Centro de Testagem

O Maranhão possui dois Centros de Testagem para casos do novo coronavírus. O primeiro, é localizado localizado na Policlínica Diamante em São Luís. O segundo também é localizado em São Luís, no Viva Beira-Mar.

Devem procurar os centros pessoas que estejam com sintomas de febre, tosse e dificuldade de respirar ou tenham feito viagens para outras áreas que estejam com casos confirmados da doença, e tenham tido contato com casos suspeitos ou confirmados de Covid-19.

Os laboratórios estão recebendo a coleta de material para a realização de exames para Covid-19 e dando orientações sobre as medidas que devem ser tomadas após o laudo. Os locais funcionamde segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Cuidados

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas. (G1MA).

Atualizado, às 09h40

No povoado Pau D’Árco, município de Bacabal, uma família que se divertia no local, aproveitou para fazer um passeio em uma canoa e a mesma virou nas águas do Igarapé do Gapó, como é conhecida a região. Nove pessoas da mesma família estavam na embarcação. A tragédia foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros.

O corpo de Bombeiros conseguiu resgatar o corpo de uma mulher, que ainda não foi identificada, mas que seria moradora do Bairro, Vila São João e mãe de duas crianças que continuam desaparecidas com idade entre 4 e 5 anos.  Já na manhã desta segunda-feira (30), mais um corpo foi encontrado. Três corpos ainda são procurados pelo Corpo de Bombeiros.

As buscas  continuam a todo vapor desde as 06h00 desta segunda-feira.

Em entrevista um Oficial do Corpo de Bombeiros disse que a canoa era motorizada, tipo “Rabeta”, mas que nenhuma das pessoas usavam “boias de salvamento” o que se não evitaria o sinistro, mas, amenizaria a tragédia.

Também ressaltou que o inverno é intenso e consequentemente rios, riachos e igarapés acumulam um grande volume de água no período, somada as fortes correntezas.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

FRANCIANE: FOTO/DIVULGAÇÃO – REDES SOCIAIS

A professora Franciane Lima Rocha, de 33 anos, confessou à Polícia que participou do assassinato da empresária Maria Hilda da Silva Pereira, 52 anos, mais conhecida como Leuda Construções, em Vitorino Freire, que fica a 315 km de São Luís. A vítima teria desaparecido na última sexta-feira (27). Amigos e familiares começaram a divulgar a informação do sumiço da empresária em redes sociais, após a confecção do Boletim de Ocorrência.

MARIA HILDA (LEUDA CONSTRUÇÕES): FOTO/DIVULGAÇÃO – REDES SOCIAIS

Policiais Militares da 3ª Companhia do 15º BPM, que tem a frente o Capitão PM André Luís e que pessoalmente comandou as buscas, foram procurados por amigos e familiares logo nos primeiros minutos do dia 28 (sábado). As diligências por parte da polícia militar começaram imediatamente.

FOTO/DIVULGAÇÃO: REDES SOCIAIS

FOTO/DIVULGAÇÃO: REDES SOCIAIS

FOTO/DIVULGAÇÃO: REDES SOCIAIS

Após alguns levantamentos dos policiais, chegaram até a pessoa de Franciane Lima, na manhã de sábado (28). Após alguns esclarecimentos a mesmo caiu em várias contradições, sendo detida e levada a 16ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Bacabal, onde foi ouvida e liberada posteriormente.

Porém, os argumentos da professora não convenceram em nada os policiais envolvidos no caso que continuaram as investigações. Olhando cuidadosamente as câmeras de monitoramento das ruas de acesso a casa de Franciane, os policiais constataram várias contradições no depoimento da suspeita

Nas imagens por volta das 02h35 do dia 27, Franciane teria ido a casa de Maria Hilda (Leuda Construções).  Segundo Franciane, por preocupação, uma vez que esta  teria bebido bastante, que inclusive teriam bebido juntas e Maria Hilda  não estaria bem.

Em outra filmagem a vítima e empresária Maria Hilda, teria regressado a cada Franciane, e de lá não teria mais saído. Argumentada mais uma vez pelos policiais, Franciane, teria confessado o plano para um roubo na casa de Maria Hilda, mas, que não tinha obtido êxito, que teriam levado o celular da vítima e que esta desconfiava da mesma, por isso teria retornado a sua residência.

GONÇALO E ISMAEL (FORAGIDOS): FOTO/DIVULGAÇÃO – REDES SOCIAIS

Teria dito ainda Franciane aos policiais que Maria Hilda teria sido morta em sua casa por “asfixia” e que os autores teriam sido o seu namorado de nome Gonçalo de Sousa Silva e o primo deste de nome Ismael de Sousa.  Que Gonçalo teria, inclusive, comprado uma lona de plástico para enrolar e ocultar o corpo da empresária.

Também nas imagens captadas, Gonçalo é visto por volta das 16h56, do dia 27, saindo a casa de Franciane com um grande volume na garupa da sua moto. Gonçalo e Ismael estão foragidos e até o  momento o corpo da empresária ainda não foi localizado.

Franciane e Maria Hilda eram amigas e se visitavam com frequência, daí a suspeição do sumiço do celular por parte da vítima, uma vez que apenas Franciane e Gonçalo teria frequentado a sua residência.

Na residência da Franciane foram encontrados vários materiais de magia negra, segundo informações os mesmos eram adeptos. Em uma das fotos da para ver claramente os nomes de Gonçalo e Franciane em um trabalho de amarração.

Franciane recebeu voz de prisão e se encontra a disposição da justiça.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

IMAGEM: ILUSTRATIVA

Policiais Militares do 15º BPM da cidade de Bacabal, apresentaram na delegacia de Polícia Civil, às 20horas, da última quinta-feira (26), os indivíduos João carvalho, 26, Douglas, 33, e Cleoton, 38 anos, quando tentavam extorquir um caminhoneiro. Segundo relatos da vítima, o mesmo teria sido vítima de assalto e que levaram do mesmo todos os seus documentos pessoais e ainda a importância de 9.000,00 reais em espécie.

Não satisfeitos ligaram para a vítima e pediram R$ 500,00 reais para a liberação dos seus documentos. A vítima aceitou a proposta e marcou o local para a entrega do dinheiro. Neste intervalo relatou o episódio a polícia.

Os policiais militares se anteciparam e ficaram a campana esperando o momento da entrega dos R$ 500,00 reais aos bandidos. Após a vítima entregar o dinheiro para os delinquentes a polícia deu voz de prisão ao trio que foi apresentado a autoridade competente para os tramites que o caso requer. Os mesmos foram detidos na Terra do Sol.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

Uma operação das polícias militar e civil da cidade de Bacabal, terminou em confronto e com a morte de uma pessoa com várias passagens pela polícia. Os agentes de segurança foram informados que no bairro Trizidela, vários indivíduos de alta periculosidade estariam em conluio e que se preparavam para agir, espalhar o terror na cidade. Imediatamente a Força Policial foi ao local. Com a aproximação dos policiais três indivíduos fugiram e um reagiu atirando contra as guarnições. Houve troca de tiros e Genilson Ferreira de 18 anos, conhecido no mundo da criminalidade por “Neguinho”, foi alvejado. Uma equipe do Samu foi acionada, mas, o ferido não resistiu e morreu no local.

O curriculum de Neguinho era extenso. Comparsa de Mateusinho, que provavelmente, seria um dos que escaparam ao cerco. Das confusões mais recentes de Neguinho seria a sua participação em um assalto a uma residência no último dia 03 de março, de onde em companhia de outros delinquentes teria roubado um celular e também no assassinato do Jovem Marcelo, no dia 06 de março, três dias após o assalto. Marcelo foi assassinato com requintes de crueldade no bairro Trizidela, em Bacabal.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

Dia 26 de março. Hoje troca de idade o repórter e verdadeiro ancora da televisão bacabalense, Romário Alves. Conhecido por ter a maior audiência da televisão do Médio Mearim, Romário Alves é destaque por sua atuação como repórter/investigativo, principalmente na área policial. O Bandeira 2, programa que apresenta de segunda a sexta-feira no horário das 06h45 já faz parte do cardápio televisivo da família maranhense, onde cada cidadão e cidadã já amanhece o dia com a fome do café da manhã em notícias. Romário se destaca dentre os demais por sua coragem e ousadia, não medindo esforços para levar a todos a notícia como ela realmente aconteceu, para isso não importa a estação do ano ou o horário que o fato aconteça. Lá estará Romário Alves, também conhecido por “Romarim”.

Agora com um canal no Youtube e com o programa transmitido ao vivo para todo o planeta, através das redes sociais  é assistido em várias partes do mundo e com dezenas de convites para migrar para outras emissoras, muitas da quais de abrangência nacional.

Decidido, Romário Alves não deu importância as criticas que recebeu no inicio da carreira, ao contrário, procurou mostrar com muita competência  o jornalismo policial de uma maneira diferente, com um linguajar fácil e objetivo, dinâmico e a seu modo.

Parabém amigo e parceiro Romário Alves. Que Deus continue lhe abençoando e lhe coroando com grandes vitórias. Você é merecedor.

Em atualizaçao

O cadeirante Valdeci Vitória da Costa, 66 anos, foi assassinado a tiros por volta das 19h20, desta quarta-feira (25), na rua 13 de maio, Bairro, Novo Bacabal. Vizinhos relataram que ouviram disparos de arma de fogo e correram para o local, sendo o mesmo encontrado já caído e bastante ensanguentado. Valdeci era proprietário de um comércio. Em entrevista ao repórter e verdadeiro ancora da televisão bacabalense a esposa da vítima relatou que não viu absolutamente nada, apenas, Valdeci, sempre dizia a mesma que não ficasse no comércio que procurasse sempre se ausentar do local, porém, nunca disse a esta o motivo de tal recomendação.

Vizinhos ainda relataram que não viram nenhuma pessoa entrar ou sair da residência de Valdeci, o que intriga a polícia. Porém,  a localização da casa é um pouco afastada das demais e tem iluminação precária nas imediações.

Na manhã uma pessoa teria bebido no bar da vítima e não pagou a despesa. Na ocasião teria deixando um celular penhorado no valor de 30 reais e que na sexta-feira voltaria para pagar a conta e reaver o seu bem móvel. No início da noite esta pessoa teria reaparecido para apanhar o celular, mas não teria levado o dinheiro e seu Valdeci teria dito que daquela maneira não o entregaria.

A pessoa teria dito ao comerciante que ficasse com uma bolsa que conduzia enquanto sairia para buscar o dinheiro, sendo a proposta também recusada pela vítima.

A esposa de Valdeci disse ainda que o citado homem continuou no local, enquanto a vítima teria pedido que ela guardasse o celular. Ao sair do local, teria ouvido dois disparos. Apavorada retornou ao comércio e já viu o companheiro caído. Disse também que a pessoa que seria proprietária do celular ainda permanecia no local. Mas não soube precisar se este teria sido o autor dos disparos.

A Polícia Civil agora trabalha para a elucidação do homicídio.

Mais detalhes com o âncora Romário Alves, programa Bandeira 2 (TV Difusora/Bacabal), de segunda a sexta-feira, às 06h45.

1 2 3 4 5 384